26/02/2021 às 08h00min - Atualizada em 26/02/2021 às 08h00min

Tombense vence o UEC e ganha Recopa

ALBERTO GOMIDE
Foto: DIVULGAÇÃO
O Uberlândia Esporte perdeu o primeiro jogo oficial que disputou em 2021. O Verdão decidiu a Recopa contra o Tombense, sábado passado, no Independência, em Belo Horizonte, e perdeu por 2 a 0. Os dois gols foram marcados pelo atacante Rubens, cobrando penalidades no finalzinho do primeiro tempo e no começo do segundo.

O time do Uberlândia Esporte jogou com Marcão, Everton depois Douglas, Mailson, Bruno e Nikolas; Felipe Recife, Judson depois Paranhos, Neto depois Medina, Felipe Pará, Leonardo Martins depois Luizinho e Reis depois Wanderson. O técnico é Antônio Carlos Guimarães, o Tuca Guimarães. O Tombense (foto) foi o campeão do Interior do Estadual 2020, e o UEC foi o campeão do Troféu Inconfidência. O time do Tombense teve calendário para manter a equipe jogando, enquanto o Uberlândia só disputou o Campeonato Mineiro.

O Campeonato Mineiro começou em 1915, com outros nomes, quando só participavam equipes próximas da capital, e, em 1958, Minas Gerais passou a ter definitivamente um torneio com o nome de Campeonato Mineiro, reunindo clubes de todas as regiões do Estado. Essa fórmula atendia aos anseios da CBD e indicava os representantes mineiros na Taça Brasil, que começou a ser disputada em 1959.

O Atlético é o maior detentor de títulos do Campeonato Mineiro, sendo campeão exatamente na primeira disputa em 1915, e na última disputa, em 2020, somando 45 títulos de campeão neste período de 105 campeonatos realizados. O maior detentor de títulos consecutivos, no entanto, é o América, que foi campeão 10 vezes seguidas, de 1916 a 1925.
 
ESTADUAL COMEÇA AMANHÃ NO PARQUE
 
Começa, neste sábado (27), a 106ª edição do Campeonato Mineiro de Futebol, que será realizado em três etapas, com participação de 12 clubes. Na fase inicial, todos os clubes se enfrentarão uma vez, em turno único, classificando-se, ao final das 11 rodadas, quatro equipes para a fase semifinal, outras quatro para o Troféu Inconfidência, e os dois últimos colocados que serão rebaixados ao Módulo II em 2022. A renda líquida de cada partida pertencerá ao clube mandante. Só que não haverá renda, porque não haverá público, o que poderá acontecer só a partir das semifinais, caso haja condições para a volta do torcedor aos estádios.

O Uberlândia Esporte Clube estreia no campeonato contra o Cruzeiro, que está na Série B do Campeonato Brasileiro, não fez boa campanha, e está com o time bastante modificado para começar o estadual. Já o time da casa é uma incógnita. Fez a decisão da Recopa com o Tombense e perdeu de 2 a 0. Manteve-se em constantes treinamentos e fez poucos amistosos. Como não haverá público nos estádios, o torcedor continuará sem ver o time jogar. O UEC este ano tem calendário. Além do Campeonato Mineiro, vai disputar a Série D do Campeonato Brasileiro, e precisa realizar campanhas pelo menos razoáveis nas competições, para se manter na elite do estadual e no Brasileiro em 2022, quando o clube comemora o seu centenário.

A rodada de abertura do campeonato tem a seguinte programação, definida pela FMF: sábado – Uberlândia x Cruzeiro, 16h30, no Estádio Parque do Sabiá; Caldense x Tombense, 19h, no Estádio Dr. Ronaldo Junqueira, o “Ronaldão”; América x Boa, 19h. No Estádio Raimundo Sampaio, o “Independência”; domingo – Pouso Alegre x Coimbra, 15h30, no Estádio Irmão Gino Maria Rossi, o “Manduzão”; Patrocinense x Athletic Club, 16h, no Estádio Pedro Alves do Nascimento; Atlético x URT, 18h15, no Estádio Governador Magalhães Pinto, o “Mineirão”.



Esta coluna é de responsabilidade do autor e não representa, necessariamente, a opinião do Diário de Uberlândia.
Relacionadas »
Comentários »