27/01/2021 às 08h00min - Atualizada em 27/01/2021 às 08h00min

Internacional Campeão Brasileiro 2020/2021

ADRIANO SANTOS
Entreguem as faixas, o novo Campeão Brasileiro é o Internacional. A rodada perfeita, virada perfeita, gols decisivos, o muita sorte de Campeão.

Primeiro, tirar o chapéu ao professor Vanderley Luxemburgo, que desmontou o sistema Sampaoli em São Januário, foi 3x2, muito bem construído, e desmontou toda a possibilidade do Galo forte vingador das Minas Gerais ser Campeão.

Onde está o time do Galo? Cadê a potência Sampaoli?

Quem conseguiu outro resultado fantástico foi o Ceará, que dominou o forte Palmeiras mesmo com time totalmente modificado mas era o Palmeiras.

O pior técnico dos últimos 5 anos do Flamengo Rogério Ceni, também conseguiu estragar tudo no mais querido do Brasil, substituições horríveis, em momentos horríveis, com atletas sem qualquer condições de estar na reta final do Brasileirão e pelas circunstâncias exigidas.

Jesus, que falta que você faz!

Literalmente, Jorge Jesus a régua incansável de todo Flamenguista.

E o São Paulo, cadê o São Paulo?

Cadê o Diniz?

Cadê o Daniel Alves?

Será que o retorno do Profeta Hernanes recuperado da covid19 dará novo fôlego ao Tricolor?

Será que não tem outra formação tática, outro padrão de jogo para os garotos do tricolor?

Luciano mantém a média de gols, mas a zaga do São Paulo e só lambança.

Ei, falando lambança, saí Everton Ribeiro, entra Pepe.

Saí Gabigol entra Pedro.

Saí Arrascaeta e entra Rodrigo Muniz.

Saí Isla e entra Mateuzinho.

Saí Vitinho e entra Michael.

Professor Rogério Ceni, o que é isso?

Rogério Ceni não é mais técnico do Flamengo, só estão ganhando tempo a procura de outro técnico.

Aproveitamento do Ceni não é bom comparado com ex treinador, Torrent teve em 15 jogos 60% de aproveitamento, já Ceni 48,8%.

Sem contar que nos últimos 10 jogos Gabibol nunca fez 90 minutos com Rogério Ceni.

Acabou! Internacional Campeão.

Bater o Grêmio pós 10 jogos de derrota.

Ver Abelão com quase 70 anos feliz a beira de campo comandando.

Sem contar que existe o Edenilson, maior protagonista do Internacional. Claro que não podemos esquecer do Patrick, Thiago Galhardo e do sortudo Yuri Alberto.

Entrega as faixas.

Internacional Campeão.


Esta coluna é de responsabilidade do autor e não representa, necessariamente, a opinião do Diário de Uberlândia.
Relacionadas »
Comentários »