24/11/2020 às 08h00min - Atualizada em 24/11/2020 às 08h00min

Jaraguá e Luizote: campeões da copa

ALBERTO GOMIDE
Foto: Divulgação
Encerrou-se no domingo, no campo do Sintrasp, com rodada dupla, a 10ª Copa Amizade de Futebol Máster, promovida anualmente por Ricardo Alberto Gouveia e Alan Cardek. A primeira partida foi pela Série B, entre Luizote de Freitas e Canaã, que terminou com vitória de 2 a 1 do Luizote, sagrando-se campeão.

O artilheiro foi Carlos Eduardo Farias, do time campeão, com 15 gols, sendo também o principal artilheiro do campeonato no geral. A defesa menos vazada foi do vice-campeão Canaã.

Na sequência da final da Copa Amizade, pela Série A, uma partida disputadíssima entre Jaraguá e Umuarama, como já era previsto, pela regular e equilibrada campanha das duas equipes ao longo da competição.

O empate de 1 a 1 no tempo normal de jogo levou a decisão do título para a cobrança de penalidades. O Jaraguá teve melhor aproveitamento e saiu-se vencedor na série de cobranças, fazendo a festa pela conquista do título.

O artilheiro foi Geraldo Magela de Melo, o Lélo, do Jaraguá, com 14 gols, enquanto Paulo César Borges, também do Jaraguá, foi o goleiro menos vazado.

Para chegar ao título, o Jaraguá disputou 14 partidas, conseguiu 11 vitórias, 2 empates e 1 derrota, marcou 34 gols, sofreu 10, saldo de 24 pontos, somando 35 pontos, não sendo computados pontos na vitória por cobrança de penalidades.

“Faço um balanço bastante positivo sobre mais esta edição da Copa da Amizade. Passamos por algumas dificuldades, como a paralisação do campeonato devido a pandemia, retornando 7 meses depois e ainda sem alguns atletas que não puderam voltar por conta do risco. Alguns times tiveram que se reestruturar, mas graças a Deus deu tudo certo e fizemos duas grandes finais, encerrando a promoção com chave de ouro”, disse o coordenador Ricardo Alberto Gouveia, ressaltando que a evolução do campeonato foi também excelente, atingindo os seus objetivos.

Segundo ainda Ricardo Alberto, está trabalhando agora para que em 2022 o Jardim Finotti esteja no Campeonato Amador da LUF. “Já vou registrar a ata no Cartório, fazer o registro na Liga, e o meu foco é para ficar tudo pronto, legalizado, em 2021. Estou fazendo contatos com patrocinadores para viabilizar uma participação positiva do Jardim Finotti, já na sua estreia na LUF. Sabemos que não é fácil, mas estamos trabalhando e espero conseguir parcerias para atingir o objetivo com o Jardim Finotti”, finalizou.


*Este conteúdo é de responsabilidade do autor e não representa, necessariamente, a opinião do Diário de Uberlândia.
 
Relacionadas »
Comentários »