22/08/2019 às 08h25min - Atualizada em 22/08/2019 às 08h25min

Começou o campeonato brasileiro

TIAGO BESSA

Título estranho, né? No mínimo você deve ter pensado que me enganei ou que estou atrasado alguns meses, afinal o Brasileirão já está na décima quinta rodada. Mas o fato é que somente após o retorno do recesso da Copa América o Campeonato Brasileiro passou a ter graça e emoção. Antes do recesso o Palmeiras havia disparado na liderança e os outros clubes faziam campanhas irregulares. Alguns “gênios” do jornalismo esportivo até davam como certo o título alviverde. Em pensava: “como é possível um jornalista experiente cair na pegadinha de ‘cravar’ um título antes do primeiro quarto de um campeonato tão longo?”.

Na volta do recesso o rendimento do Palmeiras caiu e permitiu a aproximação de outros clubes e, na atual conjuntura, os oito primeiros colocados têm, na minha opinião, condições de levarem o caneco. O CAP venceu quatro das últimas cinco rodadas e tem um jogo a menos; o Inter conseguiu encaixar um estilo competitivo, seja pela experiência de alguns jogadores, ou pela força da presença da torcida no Beira Rio; o Corinthians caminha dentro de uma regularidade e não perdeu nas últimas cinco rodadas; o São Paulo vem embalado por duas excelentes contratações, sendo que o Daniel Alves já estreou fazendo gol, além de ter vencido os últimos quatro jogos; o Galo poderia estar na terceira posição se não tivesse perdido o último jogo; o Palmeiras, mesmo não tendo vencido nas últimas cinco rodadas ( uma derrota e quatro empates), permanece no alto da tabela contando com a gordura acumulada no começo do campeonato; o Flamengo melhorou bastante seu rendimento depois da eliminação na Copa do Brasil e tem mostrado um bom futebol; e, finalmente, o Santos que continua líder mesmo tendo perdido nas duas últimas rodadas.

Na próxima rodada não haverá confrontos diretos entre esses oito clubes e penso que aí começará um novo momento no Brasileirão. Quem tropeçar vai ter de se recuperar justamente nos confrontos diretos, o que será um caminho bastante penoso. Quem joga em casa, casos de Santos, Palmeiras e Galo, levam um bocado de vantagem e têm a obrigação de vencer. Isso porque na rodada seguinte o Santos pega a desesperada Chapecoense em Chapecó, o Palmeiras pega o Flamengo no Maracanã e o Galo joga contra o Corinthians em Itaquera. Então, vai dizer que o Brasileirão não está começando agora?

Voltando a falar do Felipe Melo, mote da última coluna, anontem ele derramou lágrimas depois de ser novamente expulso, desta vez contra o Grêmio pela Libertadores. Em entrevista após a partida ele afirmou que “homem também chora”. Um total de zero “pessoas” ficou surpresa com ele!

*O conteúdo desta coluna é de responsabilidade do autor e não representa, necessariamente, a opinião do Diário de Uberlândia.

Tags »
Relacionadas »
Comentários »