01/02/2022 às 19h41min - Atualizada em 01/02/2022 às 19h41min

Dia da Incontinência Urinária e Título de Cidadão ao prefeito de Belo Horizonte estão entre propostas dos vereadores de Uberlândia para fevereiro

Em recesso desde dezembro, parlamentares retornam aos trabalhos nesta quarta (2); 57 projetos aguardam apreciação

DHIEGO BORGES E SÍLVIO AZEVEDO
Vereadores têm 57 projetos em pauta para serem discutidos em fevereiro I Foto: Divulgação/CMU
Após um mês de recesso parlamentar, a Câmara Municipal de Uberlândia retoma suas atividades legislativas nesta quarta (2). A lista de proposições a serem apreciadas em fevereiro tem 57 projetos. Entre as propostas que devem ser discutidas pelos 27 vereadores, estão previstas, por exemplo, a criação do Dia Municipal do Influenciador Digital e do Dia Municipal da Incontinência Urinária.
 
A listagem também tem projetos de honrarias, como um decreto legislativo que pretende conceder um Título de Cidadão Honorário ao prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil.  A pauta divulgada pela Câmara não traz mais detalhes sobre esses projetos e quais as suas finalidades e impactos positivos para a sociedade como um todo.
 
De folga desde dezembro, os parlamentares reiniciam os trabalhos com sessões no formato híbrido, com parte dos vereadores no Plenário e outra acompanhando online. A expectativa é que haja também uma nova discussão das emendas vetadas pelo Executivo dentro do projeto que estabelece o Plano Plurianual do município de Uberlândia (PPA) entre 2022 e 2025.
 
Outros projetos que estão na pauta parecem apresentar maior impacto social, como uma proposta que dispõe sobre a instalação de brinquedos adaptados para crianças com deficiência em locais de lazer públicos e privados. Uma segunda proposição busca incentivar a doação de sangue por meio de incentivos, como a isenção de taxa de inscrição em concursos públicos e processos seletivos em Uberlândia.
 
A lista traz ainda outra proposta que obriga condomínios residenciais e comerciais localizados no município a denunciarem aos órgãos de segurança a ocorrência de casos de maus-tratos a animais. Para o mês, estão previstos 22 Projetos de Lei Ordinária; seis de Lei Complementar; quatro projetos de Decreto Legislativo. As sessões da Câmara são transmitidas ao vivo pela TV Câmara, no canal 9.3, ou pelo canal da Câmara no YouTube.

VEJA TAMBÉM:
 

Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »