07/07/2021 às 14h10min - Atualizada em 07/07/2021 às 14h10min

Paratletas de Uberlândia são convocados para Jogos Paralímpicos

Lara Lima (halteroflismo), Mateus Carvalho (bocha) e Rodrigo Parreira (atletismo) estão na delegação anunciada pelo CPB

DA REDAÇÃO
Paratleta Lara Lima e o treinador Weverton Santos estarão na disputa de halterofilismo dos Jogos I Foto: Comunicação Futel/Divulgação
Os paratletas de Uberlândia Lara Lima (halterofilismo), Mateus Carvalho (bocha) e Rodrigo Parreira (atletismo) foram convocados para os Jogos Paralímpicos de Tóquio. Também da cidade foram chamados os assistentes esportivos Oscar Carvalho (bocha) e Jovanna Costa (bocha), o treinador Weverton Santos (halterofilismo) e o fisioterapeuta Vander Fagundes (halterofilismo). A competição acontecerá entre os dias 24 de agosto e 5 de setembro. O anúncio foi feito pelo Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB), nesta terça-feira (6).

Todos esses paratletas e os integrantes das comissões técnicas são de associações uberlandenses parceiras da Fundação Uberlandense do Turismo, Esporte e Lazer (Futel). Lara Lima, Mateus Carvalho, Oscar Carvalho, Jovanna Costa, Weverton Santos e Vander Fagundes são da equipe Clube Desportivo para Deficientes de Uberlândia (CDDU/Futel) e Rodrigo Parreira da Associação dos Paraplégicos de Uberlândia (Aparu/Futel).

Também de Uberlândia, estão na delegação brasileira o chefe de missão, professor Alberto Martins da Costa; o coordenador técnico de halterofilismo, Silvio Soares dos Santos; o tenista do Praia Clube, Gustavo Carneiro; os nadadores do Praia Clube Gabriel Bandeira, Gabriel Melone, João Pedro de Oliveira, Laila Suzigan, Ruan Felipe de Souza e Vanilton do Nascimento Filho e o treinador Alexandre Vieira.

A delegação brasileira que estará nos Jogos Paralímpicos é a maior da história. Tem 250 atletas, além de comissão técnica, médica e administrativa. A modalidade com o maior número de representantes brasileiros é o atletismo, com 64 atletas e 18 atletas-guia. A natação será a segunda modalidade com o maior número de participantes, com 35 nadadores.

PARCERIAS
O diretor geral da Futel, Edson Zanatta, destacou a importância da parceria da fundação com a CDDU e com a Aparu. “Mesmo durante a pandemia, a Prefeitura de Uberlândia, por meio da Futel, manteve a rotina de treinamento de todos os paratletas de alto rendimento com chances de convocação para competições internacionais, em especial os Jogos Paralímpicos”, disse.

Ainda de acordo com Zanatta, a Futel colocou à disposição dos paratletas toda a sua estrutura e seus profissionais como os treinadores Weverton Santos (halterofilismo), Glênio Fernandes (bocha) e Leandro Garcia (atletismo) e o fisioterapeuta Vander Fagundes. “Todos os treinos seguiram um rigoroso protocolo de prevenção à Covid-19, com uso obrigatório de máscara de proteção e álcool em gel, além do distanciamento social e número limitado de paratletas por horário. Foi um trabalho intenso e o resultado está evidente”, ressaltou.





VEJA TAMBÉM:
Paratleta de Uberlândia é convocado para última fase de treinamento da seleção
Uberlândia empata com o Boa com gol nos acréscimos

 

Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »