22/06/2021 às 15h56min - Atualizada em 22/06/2021 às 15h56min

Cresce o número de cancelamentos de serviços de streaming pelo mundo

Excesso de serviços e preços cada vez maiores podem ter feito a bolha estourar cedo demais

PUBLIEDITORIAL
É fato: para competir no mercado hoje, é preciso se lançar no streaming. E, como pode ser visto, a grande maioria das empresas de entretenimento vem fazendo isso nos últimos anos. Se antes o domínio era da gigante Netflix, hoje em dia o mercado anda bem fragmentado, com uma plataforma para cada coisa, o que vem fazendo muita gente desistir de assinar e preferir voltar para a TV por assinatura.
 
Segundo dados recentes, desde de julho de 2020, a taxa de cancelamentos das plataformas de streaming mais relevantes, como Netflix, Amazon Prime e Globoplay, subiu de 15% para 20%. Ainda é bem pequeno, quando comparado com a queda livre que os serviços de TV por assinatura sofreram nos últimos anos, mas são números que acendem o sinal de atenção.
 
Obviamente, esse aumento de 5% não quer dizer que a Netflix vai encerrar as suas atividades, por exemplo. Mas pode ser um sinal de que a maré não anda muito boa para as empresas de streaming. Com um mercado um tanto quanto saturado atualmente e com novidades que ainda vão chegar no segundo semestre, como o HBO Max e o Star+, o cenário pode levar os clientes a refletirem sobre duas coisas: é muito caro ter todas as assinaturas e pode ser mais vantajoso voltar a assinar apenas a TV por assinatura.
 
Na pesquisa feita pela Interpret, chamada “Video Churn Today: Trends, Changes and Outlook 2021”, 13% dos entrevistados afirmaram que muitas vezes assinam uma plataforma para assinar apenas um conteúdo específico e, quando acaba, cancelam a assinatura com o streaming. É certo que, como falamos, essa alta nos cancelamentos não significa o fim das plataformas de streaming, mas é algo para se levar em consideração.
 
Pois, além de assinar as plataformas, em um cenário em que os conteúdos estão todos distribuídos entre os streamings e que a cada dia um novo serviço é lançado, os usuários ainda precisam ter uma boa conexão de
internet banda larga para poder tudo assistir tudo com ótima qualidade de som e imagem que, de acordo com a Netflix, o mínimo necessário para tem uma alta qualidade de vídeo é de 5 megabits por segundo. Quer saber se a sua se enquadra no requisito, faça um teste de velocidade agora mesmo!


 
Essa publicação é de responsabilidade do autor e não representa necessariamente a opinião do Diário de Uberlândia

Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »