28/05/2021 às 20h00min - Atualizada em 28/05/2021 às 20h00min

Idosos acamados vão receber 2ª dose da vacina contra Covid-19 neste sábado (29)

Nesta sexta (28), 1.650 pessoas com comorbidades e grávidas e puérperas com comorbidades, além de pessoas com deficiência permanente, receberam a primeira dose

DA REDAÇÃO
Imunização ocorreu na Arena Sabiazinho I Foto: Secom/PMU
A campanha de vacinação contra a Covid-19 teve continuação nesta sexta-feira (28). No total, 1.650 pessoas com comorbidades e grávidas e puérperas com comorbidades, além de pessoas com deficiência permanente cadastradas no programa de Benefício de Prestação Continuada (BPC), receberam a primeira dose da vacina na Arena Sabiazinho. Neste sábado (29), dando continuidade à imunização, a Prefeitura de Uberlândia realizará a vacinação dos idosos acamados. Será aplicada a 2ª dose naqueles que receberam a primeira dose nos dias 11 e 25 de abril.    

A Prefeitura de Uberlândia reforça que a confirmação do agendamento é feita por mensagem de texto no celular (SMS), por e-mail para aqueles que optaram por cadastrar no ato do agendamento e também pode ser conferida no Portal da Prefeitura.

Em caso de dúvidas, deve-se entrar em contato com a Ouvidoria da Saúde, que direciona as solicitações ao Programa de Imunização, setor responsável por marcar uma nova data.  O número é 0800-940-1480 (ligação de telefone fixo) ou 3256-3800 (ligação de telefone celular).

COMORBIDADES
Integrante do grupo das pessoas com comorbidades, Mara Lucia Rocha Guimarães vacinou, nesta sexta (28), e ressaltou a importância coletiva do ato. “As pessoas tem que procurar se imunizar e, mesmo após a vacina, tem que continuar usando a máscara. Mesmo estando imunizados, igual estou agora, tem muita gente no entorno que não está. Temos que proteger os outros”, afirmou.

Aos 58 anos, Paulo Humberto de Paula está impossibilitado de trabalhar devido a complicações na visão causadas por diabetes. Ele fez questão de chegar cedo na Arena Sabiazinho. “É uma bênção”, disse.

O fiscal de trânsito Roberto Arantes tem deficiência física, e celebrou o reforço da saúde com a vacinação. “Sensação de segurança e alívio, pois nós que temos comorbidade, os efeitos do Covid são muito graves e geram medo. Todo mundo deve tomar, pois com essa doença não se brinca”, destacou.



 

Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »