30/05/2021 às 08h00min - Atualizada em 30/05/2021 às 08h00min

Empresas e instituições apostam em assistentes virtuais para atendimento ao cliente

Pandemia trouxe oportunidade de crescimento para atendimentos automatizados em Uberlândia

BRUNA MERLIN
Chatbots têm sido cada vez mais adotados | Foto: Marcello Calsal Jr./Agência Brasil
A pandemia do novo coronavírus afastou, de forma espontânea ou obrigatória, a população das obrigações presenciais como, por exemplo, pagamentos de contas em bancos ou busca de soluções para problemas do dia a dia. Com isso, muitas empresas e instituições que já estavam investindo em tecnologia encontraram uma oportunidade de abranger os atendimentos e implantar assistentes virtuais para auxiliar os clientes de forma mais prática e rápida.

A Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Uberlândia já conta com a solução que foi disponibilizada durante a pandemia. A assistente virtual é responsável por auxiliar os devedores a negociar dívidas, consultar débitos em atraso com empresas que são associadas à instituição, verificar formas de pagamentos e emitir segunda via de boleto. 

“Tudo isso é feito de forma online através de um robô. Para o devedor é uma forma mais fácil e sigilosa de quitar uma dívida. Para o empresário, significa também o retorno mais rápido do pagamento do produto ou serviço”, explicou a gerente de soluções e negócios da CDL, Renata Barbosa. 

Ainda de acordo com Renata, a adesão ao serviço virtual está sendo muito boa, principalmente entre aqueles que já estão familiarizados com a tecnologia. Além da facilidade, a assistente virtual otimiza o tempo dos clientes que trabalham o dia inteiro e não conseguem se deslocar até a Câmara para fazer a negociação ou atender um telefonema dos atendentes. 

“Em tempos de isolamento social, a assistente virtual também é uma ótima opção para a segurança. Apesar de seguirmos todas as regras de higiene e distanciamento na CDL, esse serviço vem para complementar essas estratégias de segurança contra a covid-19”, ressaltou. 

Para a gerente de soluções e negócios, o atendimento automatizado é um caminho sem volta. Mesmo depois da pandemia, a CDL pretende continuar com a assistente virtual e a instituição já está trabalhando em novos projetos para expandir o serviço para outros atendimentos.

Os interessados em utilizar o chatbot para negociar dívidas podem entrar em contato pelo WhatsApp pelo número (34) 99262 5314.

CEMIG

A Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig) também viu a pandemia como uma oportunidade para lançar uma assistente virtual que fica disponível aos clientes para diversos serviços e dúvidas. Conforme dito pelo analista de processos comerciais, Marcos Vinícius Rodrigues, o projeto de atendimento por chatbot já havia sido pensado e planejado há anos, mas o lançamento aconteceu no ano passado.

Ainda de acordo com Marcos, a adesão ao sistema por parte dos clientes foi surpreendente e a Cemig decidiu ampliar ainda mais os serviços oferecidos pela assistente virtual. Atualmente, os consumidores conseguem consultar e parcelar os débitos, informar sobre problemas no fornecimento de luz, solicitar religação, atualizar dados e data de vencimento da fatura, encerrar contrato e outros.

“É um meio que facilita muito a vida das pessoas. Além de ser muito fácil de usar, os clientes conseguem respostas e soluções para o que desejam em segundos”, ressaltou. 

O analista afirmou ainda que o objetivo é continuar expandindo a assistente virtual para outros serviços da Cemig. “Queremos que todos os atendimentos possam contar com essa opção. Também queremos implantar esse sistema em processos internos da empresa com os funcionários”, concluiu. 

A assistente virtual da Cemig funciona através do WhatsApp pelo número (31) 3506-1160.

GOVERNANÇABRASIL

As soluções virtuais também fazem parte da rotina dos representantes políticos. Há cerca de dois anos, a empresa GovernançaBrasil criou um sistema que auxilia na gestão pública das prefeituras de diversas cidades do país. 

“Esse sistema, que inclui o chatbot, é uma ferramenta de apoio para fazer gestão por resultados, usando dados para tomada de decisões. É possível consultar receita, questões fiscais, folha de pagamento e outros planejamentos financeiros”, explicou o gerente da área da Inteligência de Dados da GovernançaBrasil, Rafael Targino.

O representante da empresa disse ainda que um dos principais objetivos da ferramenta é proporcionar uma mudança cultural dos gestores públicos para que eles utilizem cada vez mais a tecnologia para as decisões governamentais.

“Além do atendimento, o nosso sistema também disponibiliza mensalmente uma planilha de dados dos gastos, receitas, pagamentos e outros itens financeiros de cada prefeitura”, complementou. 

O serviço da GorvernançaBrasil é contratado através de uma licitação do Município. Rafael acredita que esse tipo de solução virtual está ganhando cada vez mais espaço no país e a expectativa é que as prefeituras implantem o sistema para auxiliar na gestão pública. 


 

Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »