27/04/2021 às 20h45min - Atualizada em 27/04/2021 às 20h45min

Polícia Militar em Uberlândia vai receber R$ 5,6 milhões para rede de radiocomunicação

Valor foi liberado depois de um pedido do senador mineiro Rodrigo Pacheco à Secretaria de Governo da Presidência

DA REDAÇÃO
Valor foi liberado depois de um pedido do senador mineiro Rodrigo Pacheco à Secretaria de Governo da Presidência I Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil
A Polícia Militar de Minas Gerais (PMMG), em Uberlândia, vai receber a quantia de R$ 5,6 milhões do Governo Federal para a implementação do sistema digital de comunicação da corporação. O valor foi liberado depois de um pedido do senador mineiro Rodrigo Pacheco à Secretaria de Governo da Presidência da República.

O valor faz parte do montante de R$ 13,5 milhões que serão destinados à região do Triângulo Mineiro. Além de Uberlândia, outros 70 municípios serão beneficiados pelo recurso, impactando na segurança de quase 2 milhões de pessoas. A solicitação dessa verba veio do comandante-geral da PMMG, coronel Rodrigo Sousa Rodrigues.

De acordo com o oficial, a rede de radiocomunicação da corporação no Triângulo Mineiro é analógica e não possui criptografia. Ele disse, ainda, que essa defasagem pode prejudicar o sucesso de operações, além de comprometer ações preventivas e ostensivas. O coronel afirmou, também, que a nova tecnologia a ser instalada vai evitar falhas, ruídos e interferências no sistema, além de impedir que a frequência dos rádios usados pelos militares seja invadida e copiada por pessoas não autorizadas.

A demanda de verba para a modernização do sistema foi apresentada ao Governo Federal em 2017 e, mesmo sendo aceita um ano depois, pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública, apenas o valor de R$ 1,7 milhão tinha sido liberado. Para o chefe da PMMG, esta cifra não seria suficiente para a finalização do sistema.

Em nota, o comando da Polícia Militar, em Uberlândia, disse que, além de uma qualidade de áudio melhor, os equipamentos, digitais e com criptografia, proporcionarão uma comunicação mais segura entre os policiais militares. “O objetivo é otimizar as operações policiais e oferecer um serviço de qualidade à população. A expectativa é que os equipamentos entrem em funcionamento dentro de quatro meses", constou a nota.



VEJA TAMBÉM:
Polícia apreende mais de 6 toneladas de maconha em Uberlândia


 

Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »