04/11/2020 às 09h49min - Atualizada em 04/11/2020 às 09h49min

Odelmo Leão (PP) busca quarto mandato à frente da Prefeitura de Uberlândia

Próxima entrevista será com Placidino Stábile, do MDB

SÍLVIO AZEVEDO
Odelmo Leão, 74 anos, já esteve à frente do Município entre 2005 e 2012 e agora de 2017 a 2020 | Foto: Divulgação
A série de entrevistas com candidatos à eleição majoritária em Uberlândia volta na edição desta quarta-feira (4) com o atual prefeito, Odelmo Leão Carneiro Sobrinho (PP), 74 anos, que concorre ao seu quarto mandato (2005-2012 e 2017-2020) como chefe do Executivo. O vice na chapa Uberlândia Sempre Forte, é Paulo Sérgio Ferreira (PSD), que também já ocupa o cargo atualmente. Completam a coligação com PP e PSD os partidos PSC, Patriota, PSDB, PL, PMB, PV, REPUBLICANOS, DEM, AVANTE, PTC, Rede, Podemos, PRTB e DC.

Todos os candidatos foram convidados a participar das entrevistas e a sequência das publicações foi definida por ordem alfabética, conforme informado anteriormente. Já participaram Adriano Zago (PDT), Arquimedes Ciloni (PT), Edilson Graciolli (PCdoB) Felipe Attiê e Gilberto Cunha (PSTU). Os próximos serão Placidino Stábile (MDB), Thiago Fernandes (PSL) e Wallace (PSOL). Caso Lourival Santos (MDB) consiga participar do pleito através de medida judicial, sua entrevista será publicada.

Como é baseado o seu projeto de governo para Uberlândia entre 2021 e 2024?
No trabalho. Nunca deixarei de olhar por todas as áreas, com atenção especial para a saúde, educação e social. Também vamos continuar com as obras do Uberlândia Integrada. O projeto é baseado no trabalho, 24 horas por dia, sem promessas mirabolantes, como sempre fiz.

Quais as expectativas para governar uma cidade do porte de Uberlândia em um período final e pós-pandemia?
Não estou esperando a pandemia acabar e nosso trabalho já tem mostrado bons resultados, com a recuperação dos empregos em junho, julho e agosto, que tivemos saldo positivo. Vamos seguir fortalecendo o empresário e apoiando o micro e pequeno empreendedor. Na habitação, enquanto Deputado e Prefeito, fizemos quase 30 mil casas e, caso o Governo aprove o programa Casa Verde e Amarela, vamos participar. É preciso deixar uma coisa clara: em 2016, a forma de financiamento dos projetos habitacionais mudou. Mas não ficamos parados. Trabalhamos em parceria e R$ 3,950 bi foram investidos em habitação. 24 mil imóveis. Isso também é trabalho da Prefeitura.

Quais são as suas propostas para recuperar a economia do Município?
Trabalhando. Apesar das crises, tivemos quase R$ 3 bilhões em investimentos privados em nossa cidade, gerando emprego e renda. Só nesta gestão, foram mais de 43 mil novos CNPJs abertos. As obras que estamos fazendo geram empregos. Vamos criar minicentros empresariais, gerando empregos mais próximos da nossa gente, diminuindo a sobrecarga no transporte coletivo. Vamos ainda deixar a Prefeitura 100% digital, implantar o Polo Tecnológico Sul e apoiar Startups.

A Saúde é uma das pastas que mais recebe recursos e, também, motiva muitas reclamações por parte dos usuários do sistema público, especialmente quanto ao déficit de leitos. Como diminuir essa insatisfação e melhorar a qualidade dos atendimentos nas unidades de saúde?
Vocês lembram como estava a situação da saúde em 2017? Com muito trabalho, recuperamos 100% do Hospital Municipal, reformamos e ampliamos a UAI Planalto e estamos trabalhando na Pampulha, construímos e reformamos UBSFs. Abrimos um novo Hospital. Na pandemia, criamos 62 leitos de UTI lá, outros de enfermaria e novos no Centro de Internação da Missão. Lá no Santa Catarina, quando tudo passar, vamos abrir uma ala pediátrica. Estamos construindo um Centro de Especialidades Odontológicas. Além disso, invisto mais na saúde do que a constituição exige. Para 2021 será 26,87% do orçamento. A lei exige 15%. Temos que continuar avançando, mas não tenho dúvidas que a saúde pública de Uberlândia é uma das melhores do país. Nossa atenção primária é referência. Recebemos visitas de membros do Ministério, equipes de Sergipe e de outras cidades. Construímos cinco UBSFs, três estão em construção e reformamos outras 10, inclusive na zona rural.

A Educação também figura entre os segmentos mais importantes na gestão pública. Quais as principais ações do seu governo propostas para o segmento?
Em 2017, a estrutura física das escolas estava deplorável. Merenda escolar inadequada. Profissionais desmotivados, salário, 13°, todos atrasados. Recuperamos as escolas e a merenda, os salários estão em dia. Tivemos ainda desafios com a pandemia, mas evoluímos. Estamos em uma rede de TV aberta ofertando conteúdo pedagógico. Disponibilizamos material online. E mais uma coisa: nossos 70000 alunos não ficaram sem assistência, principalmente os que mais precisam. Estamos disponibilizando kit alimentação a 14000 alunos que precisam da merenda. Recebem o kit em casa e quem entrega é o motorista do transporte escolar. Criamos o app "Educa Udi”. Nosso Ideb é melhor do que o de BH, Juiz de Fora e Contagem. E, se eleito for, temos um grande desafio. É o 2 em 1, com plano para recuperarmos esse 2020 com aulas de reforço e outras ações. Vamos precisar de todo o apoio dos profissionais da educação e saibam que podem sempre contar comigo.

Vice-prefeito Paulo Sérgio ocupa mais uma vez chapa com o Odelmo | Foto: Divulgação

Os setores cultural e esportivo têm sido alguns dos mais afetados pela pandemia da Covid-19. Como auxiliar na retomada e fomentar áreas que, há muito, já vêm sofrendo com cortes de investimentos em todos os âmbitos da Administração Pública?

Tenho que discordar sobre "cortes de investimentos em todos os âmbitos da Administração Pública". É preciso que entendam o que é competência do município e o que cabe ao Executivo, fazemos. Não desprestigiamos a classe artística, criamos inclusive um programa para atendê-la. Agora dependemos da Justiça Eleitoral a liberação de edital para que possamos, com os recursos do Governo Federal (Lei Aldir Blanc), atender a classe. Investimos muito nestas áreas! Todos os espaços culturais foram reformados. O investimento no PMIC cresceu para R$5,6 milhões. Abrimos o Centro Municipal de Cultura. No esporte, reabrimos o UTC e atendemos mais de 4 mil alunos, inclusive ginástica artística. Reformamos quadras, e coberturas, poliesportivos, revitalizamos o Sabiazinho, o Parque do Sabiá tem fraldário, está com iluminação de LED, piscina reformada, construímos uma piscina infantil e entregamos o Parque Aquático João Havelange para sediarmos campeonatos de natação, inclusive paraolímpico. Na questão de auxílio à retomada econômica dos setores particulares, seguimos buscando alternativas. Vivemos uma pandemia. Não há remédio, nem vacina. Fizemos os fechamentos necessários para que pudéssemos equipar a saúde, o que fizemos. Com isso, iniciamos a reabertura gradual. Como sempre disse, a palavra é “equilíbrio”.

Muitos especialistas indicam a urgência de Uberlândia passar a contar com um plano de mobilidade urbana efetivo diante ao crescimento exponencial da cidade. Em seu governo, como o planejamento de tráfego e melhorias no transporte urbano seriam tratados?
Pra mim, mobilidade urbana é sinônimo de saúde. Nosso trânsito estava estrangulado. Nesses últimos anos, fizemos obras que ajudam a resolver essas questões. Tem a duplicação da Cícero Naves, recapeamento de mais de 300km de vias, a trincheira na rotatória do Topas, estamos avançados no elevado do Praia e várias outras. Mas sabemos que ainda existem lacunas e vamos saná-las com o Uberlândia Integrada 3, com obras na rua do México, na Municípios com a Rondon, na Nicomedes com a Vinhedos. E já determinei que sejam construídos 60 km de ciclovias em Uberlândia.

O candidato gostaria de comentar alguma outra proposta de área específica não tratada nos questionamentos anteriores?
Na verdade, gostaria de agradecer a todos pelo apoio e confiança. Vivemos tempos difíceis, mas com trabalho e responsabilidade, estamos vencendo. Só não vencemos a pandemia ainda. E gostaria de pedir a ajuda de vocês. Use sempre máscara, não aglomere. Essa é uma guerra que precisamos nos unir! 

Considerações finais: por que você acredita que seu plano de governo é melhor do que o dos demais candidatos?
Por três vezes estive à frente da Prefeitura e já fui cinco vezes deputado federal. Sei o que nossa gente precisa. Temos muito a fazer e quero trabalhar ainda mais. Enquanto alguns só sabem atacar, vou continuar aqui, dialogando, expondo projetos e trabalhando.

SERVIÇO
Número na urna: 11
Chapa: Uberlândia Sempre Forte (PP/PSD/PSC/Patriota/PSDB/PL/PMB/PV/Republicanos/DEM/ Avante/PC/Rede/Podemos/PRTB/DC)
Facebook: https://www.facebook.com/odelmoleao
Twitter: @odelmoleao
Instagram: @odelmoleao
Tik Tok: @odelmoleao11

Site: https://www.odelmoleao.com.br/
 

VEJA TAMBÉM:
 


 

Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »