13/10/2020 às 12h05min - Atualizada em 13/10/2020 às 12h05min

Polícia Civil investiga estupro durante confraternização no fim de semana em Uberlândia

Autor violentou sexualmente jovem de 20 anos que estava embriagada e desacordada; crime ocorreu no bairro Laranjeiras

BRUNA MERLIN
Inquérito está sendo concluído pela Delegacia de Polícia Civil e será enviado à Justiça em breve | Foto: Arquivo/Diário de Uberlândia
A Polícia Civil abriu um inquérito contra um homem de 30 anos que foi preso em flagrante por estupro durante o fim de semana em Uberlândia. A vítima, uma jovem de 20 anos, estava embriagada e dormindo na casa onde ocorria uma confraternização, no bairro Laranjeiras, quando o abuso ocorreu. 

O fato ocorreu no último domingo (11) e, segundo relato da vítima aos policiais, ela estava em uma festa na casa de alguns amigos. Em determinado momento, após fazer uso de bebida alcoólica, a jovem informou que iria pra casa, mas foi impedida pelos colegas já que não estava em condições para dirigir. Sendo assim, ela decidiu dormir um pouco na residência e depois iria embora.

Ainda de acordo com a vítima, ela acordou sem as calças e com o homem em cima dela, também sem as roupas. A jovem gritou por ajuda e foi socorrida pelos amigos que entraram no quarto e retiraram o autor do local. 

Segundo o delegado-chefe do 
9º Departamento de Polícia Civil de Uberlândia, Marcus Tadeu de Brito, o crime é considerado estupro de vulnerável porque, embora a vítima seja maior de idade, devido às condições em que se encontrava não conseguiria resistir à violência. "Por estar sob efeito de bebida alcóolica e dormindo, ela não tinha como se opor à prática", explicou. 

As testemunhas informaram às autoridades que o homem também estava na confraternização e que viram ele em cima da colega praticando o ato sexual com ela desacordada. Disseram ainda que a jovem estava na companhia de outro rapaz na festa e que não tinha qualquer tipo de relação com o autor. 

Os amigos levaram a vítima até o Hospital de Clínicas da Universidade Federal de Uberlândia (HC-UFU) para atendimento médico e acolhimento do Núcleo de Atenção Integral às Vítimas de Agressão Sexual (Nuavidas).

PRISÃO
Após o crime, os amigos da vítima acionaram a Polícia Militar (PM) e o agressor foi rendido na residência onde mora, também localizada no bairro Laranjeiras. Durante o registro do boletim de ocorrência, ele negou a prática de estupro.

“Ele relatou que entrou dentro do quarto para trocar de roupa e que viu a vítima dormindo no local. Contou que, enquanto estava nu, a jovem acordou e começou a gritar, momento em que os amigos entraram no quarto e viram a situação. Mas ele nega que estava em cima da vítima e que ela estava sem roupa”, complementou o delegado. 

O autor foi encaminhado para a Delegacia de Plantão da Polícia Civil e, em seguida, levado ao presídio. O inquérito feito pela Polícia Civil está sendo concluído e será enviado à Justiça em breve. 


VEJA TAMBÉM:
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »