09/09/2020 às 14h51min - Atualizada em 09/09/2020 às 14h51min

AACD Uberlândia espera captar recursos para continuar operando atividades

Instituição da cidade teve queda de 70% nas doações desde o início da pandemia; Teleton começou nesta quinta-feira (9)

BRUNA MERLIN
Teleton 2019 ultrapassou meta de R$ 30 milhões | Foto: Divulgação

A Associação de Assistência à Criança Deficiente (AACD) de Uberlândia foi totalmente impactada pela pandemia do novo coronavírus. A instituição filantrópica, que exerce as atividades através de doações da população e empresas, registrou uma queda significativa no número de arrecadações, portanto, espera conseguir recuperar uma parte dos recursos durante a campanha nacional Teleton 2020.
 
Segundo a gerente da unidade de Uberlândia, Cinthia Borges de Sousa, desde o início da pandemia que resultou na crise econômica, a organização teve uma queda de 70% na quantidade de doações. Esse número engloba todas as doações independentes e também as arrecadações feitas em eventos que foram cancelados nos últimos meses.
 
“Tínhamos uma captação muito grande nos eventos, como é o caso do nosso arraial solidário que teve que ser cancelado. As feiras de artesanato também tiveram que ser suspensas e tudo isso prejudica bastante a arrecadação de recursos”, destacou.
 
O número de atendimentos realizados na unidade também diminuiu em 51%, se comparado com o mesmo período do ano passado. Além disso, a equipe de funcionários foi reduzida, assim como a jornada de trabalho.
 
“Tivemos que nos adaptar. A agenda de terapias foi modificada para respeitar o distanciamento social, alguns pacientes cancelaram, pois são do grupo de risco”, complementou.
 
A Campanha Teleton é uma grande aliada da AACD de Uberlândia e todos os anos os recursos arrecadados ajudam a investir em manutenção e operações da instituição. De acordo com Cinthia Sousa, a unidade da cidade foi construída com o dinheiro arrecadado no evento em 2010.
 
“Em 2019, a campanha conseguiu ultrapassar a meta de R$ 30 milhões e isso gerou um impacto muito positivo para todas as organizações, inclusive a da nossa cidade”, disse.
 
Neste ano, a expectativa é de que a população apoie novamente a causa e que o evento consiga reverter recursos para as atividades realizadas na AACD. “Não sabemos quanto será arrecadado, mas contamos com a ajuda da sociedade. Nosso objetivo é continuar realizando os atendimentos e conseguir adquirir e realizar manutenção de equipamentos”, finalizou a gerente.

TELETON
A 23ª edição da Campanha Teleton, que arrecada recursos para todas as unidades da AACD no Brasil, será realizada de forma especial para comemorar os 70 anos de fundação da instituição. Devido à pandemia do coronavírus, neste ano, a maratona solidária e o evento transmitido pela emissora SBT passaram por algumas mudanças.
 
Na manhã desta quinta-feira (9), durante uma coletiva de imprensa de forma remota, os representantes do projeto anunciaram que, pela primeira vez em sua história, a campanha do Teleton não terá meta de captação. A AACD e o SBT optaram por seguir dessa maneira devido à crise econômica proveniente dos impactos da Covid-19. Os interessados podem fazer doações de R$ 5, R$ 20 ou R$ 40.
 
“Nossa objetivo foi criar algo que permitisse a doação efetiva da população sem estabelecer uma meta para que todos fiquem à vontade para doar aquilo que pode e consegue mediante a esse contexto que todos estamos vivendo”, explicou o superintendente de marketing e relações institucionais da AACD, Edson Brito.
 
Também pela primeira vez, o canal de doações funcionará durante quatro meses. A captação de recursos começa nesta quinta e vai até o dia 31 de dezembro.
 
Outra novidade é que será realizada uma live especial, no dia 4 de outubro, com a participação de diversos artistas renomados. Em seguida, o SBT irá transmitir o tradicional programa, nos dias 6 e 7 de novembro, com uma programação repleta de interação e histórias, visando reforçar a importância das doações à AACD.
 
O programa televisivo contará com a participação dos padrinhos oficiais do Teleton, Eliana, Celso Portiolli, o cantor Daniel e Maísa. A edição 2020 também terá a participação de vários artistas através de lives.
 
“No ano mais imprevisível da nossa história, no ano em que a pandemia nos afastou de tudo e todos, o Teleton se propõe a unir o que temos de melhor, a solidariedade, a força para ajudarmos uns aos outros, apesar do distanciamento, e a nos reinventar fortalecendo ainda mais nossa luta pela causa da pessoa com deficiência”, ressaltou Norma Mantovanini, diretora do Teleton 2020.
 
COMO DOAR
Site: www.teleton.org.br
0500 0500 12345 05 – Para doar R$ 5
0500 12345 20 – Para doar R$ 20
0500 12345 40 – Para doar R$ 40
 
 - R$ 0,39 por minuto, chamadas terminais fixos + Impostos
 - R$ 0,71 por minuto, chamadas terminais móveis + Impostos
 
0800 (a partir de 15/9)
0800 770 1231
 
- Doações mínimas de R$ 5 podem ser feitas via cartão de débito ou crédito. Valores a partir de R$ 10,00 podem ser pagos por boleto, que é enviado via e-mail.
 
SMS (a partir de 21/9)
Envie mensagem para o número 30265 com a palavra Teleton.
Você receberá uma mensagem para acessar o link da Pagtel.
Neste link você menciona o valor a ser doado e a forma de pagamento.
Os pagamentos podem ser feitos através de cartão de crédito ou boleto.



VEJA TAMBÉM:

Regulamentação do trabalho de ambulantes é aprovada em Uberlândia


Eseba abre inscrições para programa de Educação de Jovens e Adultos

 

Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »