28/08/2020 às 10h05min - Atualizada em 28/08/2020 às 10h05min

Homem é detido após agredir e tentar pegar arma de vigilante em banco de Uberlândia

Fato ocorreu nesta quinta-feira (27) no Centro da cidade; autor alegou que se exaltou porque a agência não queria liberar o auxílio emergencial

DA REDAÇÃO
Um homem de 44 anos foi preso, nesta quinta-feira (27), após discutir e agredir um vigilante de uma agência da Caixa Econômica Federal no Centro de Uberlândia. O autor alegou que estava tentando resolver a liberação do auxílio emergencial e que o banco estava se negando a destinar o recurso.

Segundo as informações da Polícia Militar (PM), o fato ocorreu na agência localizada na praça Tubal Vilela. O segurança relatou que o homem já entrou no local de forma agressiva e furou a fila de espera para conversar com um atendente. O autor começou a gritar com o funcionário do banco e neste momento o vigilante interveio para tentar impedi-lo. 

Ainda de acordo com a vítima, o homem a empurrou e disse que não tinha medo dela. Em seguida, o vigilante deu sinal de que tiraria a arma de fogo da cintura como forma de intimidação e o agressor colocou a mão em cima da do segurança para tentar pegar o equipamento.
 
O homem foi contido dentro da agência até a chegada dos policiais. Aos militares, ele confirmou que estava nervoso porque tinha perdido o emprego e foi aceito no programa federal de auxílio emergencial desde o mês de julho, mas a instituição não havia liberado o recurso e não o ajudava a resolver o problema. 

Na confusão, os dois funcionários do estabelecimento sofreram algumas escoriações leves. O autor recebeu voz de prisão em flagrante por lesão corporal e ameaça, sendo encaminhado para a delegacia de plantão da Polícia Civil. 

O Diário de Uberlândia entrou em contato com a Caixa Econômica Federal. Em nota, o banco afirmou que assim que a Polícia Militar interveio e a segurança de todos foi restabelecida, o atendimento aos demais clientes foi retomado. A Caixa disse ainda que "todos os clientes que procuram as agências em busca de serviços essenciais, como o pagamento do Auxílio Emergencial e o Saque Emergencial do FGTS, além de outros benefícios sociais, estão sendo atendidos no mesmo dia".

 

 

Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »