23/07/2020 às 16h44min - Atualizada em 23/07/2020 às 16h44min

Prefeitura lança plataforma gratuita para empreendedores

"Mais Negócio" oferece capacitação, cursos profissionalizantes e espaço de divulgação para comércios de Uberlândia

DA REDAÇÃO

A Prefeitura de Uberlândia lançou, nesta quinta-feira (23), a plataforma "Mais Negócio", página virtual destinada a empreendedores locais. A iniciativa oferece serviços 100% gratuitos, como capacitações, cursos profissionalizantes e espaço de divulgação para os comércios dos bairros e de toda a cidade.

O anúncio foi feito durante uma live realizada nas redes sociais do Município. A plataforma foi desenvolvida em parceria entre as secretarias municipais de Governo e Comunicação, Desenvolvimento Social, Habitação e Trabalho, Desenvolvimento Econômico, Inovação e Turismo e a Processamento de Dados de Uberlândia (Prodaub). A ideia é proporcionar recursos para que os empreendedores continuem se desenvolvendo e encontrem soluções para viabilizar e crescer com seus produtos e serviços.

No "Mais Negócio", o empreendedor terá a oportunidade de se cadastrar para fazer parte de um catálogo eletrônico. O recurso permite a divulgação de produtos e serviços no "Zap da Prefeitura", pelo número (34) 99774-0616. Na opção oito do Zap, a população pode consultar endereços, contatos e redes sociais dos negócios cadastrados por região e bairro, gerando facilidade no acesso à informação para adquirir algo que necessita.

O interessado em fazer parte desse catálogo deve se cadastrar na plataforma com informações sobre CNPJ, endereço, setor de atividade, telefone, horário de funcionamento e link para as redes sociais do empreendimento. O “Mais Negócio” ainda conta com cursos profissionalizantes e capacitações. Os vídeos dos cursos destacam oportunidades para aumentar a renda. Já a capacitação é voltada para técnicas de marketing digital, com vídeos e e-book.


VEJA TAMBÉM:

Salário mínimo ideal é de mais de R$ 3,7 mil em Uberlândia, aponta Cepes da UFU

Prefeitura de Uberlândia suspende repasse patronal para o Ipremu
























 

Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »