16/07/2020 às 08h43min - Atualizada em 16/07/2020 às 08h43min

Revitalização da Oficina Cultural é finalizada em Uberlândia

Investimento no local foi de R$ 500 mil; prédio permanece fechado devido à pandemia de Covid-19

DA REDAÇÃO

Nos últimos dez meses, a Oficina Cultural passou por uma ampla revitalização em Uberlândia. Nesta quarta-feira (15), o prefeito Odelmo Leão anunciou a entrega do prédio e deu mais detalhes sobre as melhoras desenvolvidas no local, considerado um dos principais pontos turísticos do municipio.

Com um investimento de cerca de R$ 500 mil, o recurso é proveniente do Fundo Municipal de Cultura (FMC) e tem caráter vinculado, ou seja, só poderia ser utilizado pelo poder público em iniciativas culturais.

Dentre as principais intervenções no espaço estão a restauração dos pisos e das esquadrias, pintura geral, correção de rachaduras e infiltrações, troca de calhas e rufos, manutenção dos telhados e troca completa em três blocos, instalação de equipamentos de prevenção e combate a incêndio, reparos elétricos e colocação de lâmpadas com tecnologia de LED. Escolhida por meio de processo licitatório, todo o serviço foi executado pela empresa Engepac Engenharia e fiscalizado pela Secretaria Municipal de Obras.  

Localizada na Praça Clarimundo Carneiro, o prédio foi tombado como patrimônio histórico municipal pela Lei nº 4.217 de 1985. O imóvel foi construído em 1929 para ser a residência do Coronel Clarimundo Fonseca Carneiro e sua construção é atribuída a Cipriano Del Fávero e a Fernando Vilela. Em 1995, a Prefeitura adquiriu o imóvel, reformou e instalou a primeira Oficina Cultural de Minas Gerais.

Além de ser um dos principais espaços utilizados pelos artistas locais, a Oficina Cultural oferece uma programação nas mais diversas linguagens e técnicas, como artes plásticas, dança, artesanato, literatura, música e teatro. O espaço também realiza e apoia palestras, cursos, exposições, exibe filmes e apoia a produção artística local.

Devido à pandemia do novo coronavírus, o prédio permanecerá fechado ao público por tempo indeterminado. Enquanto a programação cultural na cidade não voltar ao normal, a população pode ter acesso ao “Cultura em Casa”, ambiente virtual que oferece diversos materiais, como vídeo-oficinas, apresentações artísticas e cartilhas com informações sobre o patrimônio histórico da cidade.

VEJA TAMBÉM:

Banda Municipal de Uberlândia leva música e esperança em apresentações online

Projeto que enquadra igrejas e templos em atividades essenciais é aprovado









 

Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »