07/07/2020 às 08h26min - Atualizada em 07/07/2020 às 08h26min

Novas medidas de funcionamento de comércios começam a valer nesta terça-feira (7)

Feiras livres, agências bancárias e casas lotéricas poderão abrir sem restrições de horário ou dias de funcionamento em Uberlândia; veja o que muda com as regras

DA REDAÇÃO

Começam a valer nesta terça-feira (7) as novas medidas de funcionamento de estabelecimentos comerciais em Uberlândia, divulgadas pelo prefeito Odelmo Leão no fim da última semana. O chefe do Executivo prorrogou a deliberação que restringiu a abertura de comércios e anunciou novas regras para alguns setores da economia. A medida será válida até o dia 16 de julho.

Dentre as novas deliberações impostas pelo Município está a liberação das atividades de feiras livres, sem restrição de dias ou horários de funcionamento, seguindo as normas específicas de biossegurança. Desde que o período de isolamento social começou em Uberlândia, as feiras foram suspensas duas vezes, sendo uma deles pelo próprio setor, com o objetivo de frear o avanço do vírus na cidade.

Também foram incluídas na lista para funcionarem sem restrições consultorias e assessorias contábeis, desde que com funcionamento prioritariamente interno e com redução de 50% da capacidade de atendimento; e atividades de vendas remotas (e-commerce) com as respectivas entregas em domicílio (delivery), sendo necessária a redução de 70% do número de funcionários das respectivas lojas. As agências bancárias e lotéricas também poderão abrir sem restrições de horário ou dias de funcionamento.

A modalidade de drive-thru será permitida apenas às empresas que têm estrutura e espaços próprios disponíveis, sendo proibida a sua realização em vias ou espaços públicos. Outra alteração na deliberação permite que lojas de conveniência funcionem com dias e horários de funcionamento restritos, de segunda a domingo (incluindo feriados), das 6h às 18h. Entretanto, aos sábados, domingos e feriados, será proibido o consumo no local, sendo de responsabilidade do proprietário a ocorrência de aglomerações nas áreas interna e externa do posto de combustível.

Confira os estabelecimentos permitidos a funcionar com dias e horários restritos:

 

Setor

Segunda a sexta

Sábados, domingos e feriados

Locadoras de veículos de qualquer natureza  ABERTO DAS 10H ÀS 18H FECHADO
Assistências técnicas em geral ABERTO DAS 10H ÀS 18H FECHADO
Oficinas mecânicas, borracharias e lojas de autopeças ABERTO DAS 10H ÀS 18H FECHADO
Administradoras de imóveis e condomínios e imobiliárias, desde que com a finalidade de recebimento de valores/obrigações, renegociação de contratos e/ou devolução de imóveis, com funcionamento prioritariamente interno e redução de 50% da capacidade atendimento, sendo que o atendimento presencial, quando estritamente necessário, deverá ocorrer com prévio agendamento ABERTO DAS 10H ÀS 18H FECHADO
Secretarias das instituições privadas de ensino e congêneres, com funcionamento prioritariamente interno e redução de 50% da capacidade de atendimento, sendo que o atendimento presencial, quando estritamente necessário, deverá ocorrer com prévio agendamento ABERTO DAS 10H ÀS 18H FECHADO
Lanchonetes ABERTO DAS 6H ÀS 18H ABERTO DAS 6H ÀS 18H
Lojas de conveniência Obs.: Aos sábados, domingos e feriados, fica proibido o consumo no local, sendo de exclusiva responsabilidade do proprietário a ocorrência de aglomerações nas áreas interna e externa do posto de combustível ou simi ABERTO DAS 6H ÀS 18H ABERTO DAS 6H ÀS 18H



Acesse a lista completa dos estabelecimentos autorizados a funcionar clicando aqui.


LEITOS DE UTI
Em um vídeo publicado no Facebook, o prefeito Odelmo Leão justificou a prorrogação da deliberação por conta da alta taxa de ocupação dos leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) na cidade, tanto na rede pública quanto na rede privada. De acordo com os dados da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), há apenas cinco leitos disponíveis em Uberlândia, sendo um no Hospital Santa Genoveva e quatro no Hospital Municipal. Todos os outros estão ocupados.



Segundo dados da SMS, há mais números de internações do que leitos destinados à Covid-19 | Foto: Reprodução Instagram

"Tivemos situações graves em Uberlândia nesta semana com a lotação de UTIs. Algumas pessoas que têm planos de saúde precisaram de hospital particular e não estavam conseguindo leitos. Por isso eu sempre falei da gravidade do problema. Nós nos reunimos com o Comitê de Enfrentamento à Covid-19 e infelizmente vamos ter que manter o decreto inicial", disse na ocasião.

Ainda durante o anúncio, o chefe do Executivo mostrou dados do grau de evolução de casos de Covid-19 no município. A média de crescimento na cidade é de 6,08%. O recorde de aumento percentual no número de casos aconteceu do dia 28 para 29 de maio, quando houve crescimento de 20,56% no índice de contaminados. No dia 7 de abril, haviam 49 pessoas infectadas pelo vírus em Uberlândia. Conforme o boletim epidemiológico divulgado pela Secretaria Municipal de Saúde (SMS) nesta segunda-feira (6), já são 8.068 pessoas infectadas.

O prefeito também mostrou dados relacionados ao crescimento de ocupação das UTIs na cidade. Desde o dia 14 de maio, houve aumento de 884% de pacientes que foram internados com sintomas da enfermidade. Neste dia, eram 13 pacientes internados pela doença. Já nesta segunda (6), a soma é de 225.

 

"Eu espero que nesse avanço de mais dez dias, nós podemos chegar no dia 16 e termos uma situação melhor. Espero que cada um de nós possa dar sua contribuição e colaboração. Se nós não estivermos juntos nesse momento, vai ser difícil. Preciso da colaboração de cada cidadão e cidadã uberlandense. Vamos evitar aglomeração. Final de semana, não é pra ficar concentrado nos bairros, em pistas de caminhadas. É pra se resguardar. Esse vírus é violento e ele tem uma mutação que a ciência mundial ainda não tem uma solução para ele", finalizou o prefeito.



VEJA TAMBÉM:
 












 

Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »