01/06/2020 às 07h34min - Atualizada em 01/07/2020 às 07h34min

Eseba inicia ensino remoto emergencial em Uberlândia

Atividades serão disponibilizadas pelo site ou WhatsApp da escola; famílias sem condições poderão receber materiais no formato impresso

DA REDAÇÃO
Equipe da Eseba está trabalhando para pôr em prática as ações remotas | Foto: Divulgação

A Escola de Educação Básica da Universidade Federal de Uberlândia (Eseba/UFU) começou a disponibilizar nesta terça-feira (30) as atividades do primeiro roteiro de estudos do ensino remoto emergencial.
 
Todo o material foi elaborado pela equipe pedagógica da escola. De acordo com o diretor Daniel Santos Costa, durante a oferta das atividades estarão resguardadas as viabilidades para que todos os estudantes recebam o material. “Isso vai ocorrer sem quaisquer processos de exclusão ou privilégios, a nenhum aluno, dos mais diversos níveis e modalidades de ensino. A realização das atividades será considerada na contabilização da carga horária do ano letivo”.
 
Os roteiros de estudo serão disponibilizados inicialmente pelo site oficial da Eseba e via WhatsApp. Para as famílias que não têm condição de acesso por nenhum dos dois canais, o material será enviado de forma impressa, pelos Correios. Neste caso, será necessário fazer uma solicitação por meio do e-mail
[email protected] ou no WhatsApp (34) 99855-9009, de segunda a sexta-feira, das 8h às 12h ou das 14h às 18h, exceto feriados e recessos.
 
Costa explica que esta decisão se baseia no princípio de evitar o trânsito de materiais que possam estar contaminados e, consequentemente, como medida preventiva à Covid-19, seguindo o estipulado pelo decreto municipal do dia 22 de junho.
 
AÇÕES REMOTAS
O diretor comentou ainda sobre o conteúdo disponibilizado por meio das tecnologias de informação e pelo formato impresso. Segundo ele, todos os materiais terão as mesmas proposições de aprendizagem, sem prejuízos de acesso aos estudantes.
 
Ele reforçou ainda que “este é um plano emergencial e novas ações serão pensadas, sendo que os docentes já estão fazendo formação em outras plataformas. Em virtude do contexto da pandemia e sem previsão de um retorno breve, o conselho foi articulando esse lugar. Ademais, a proposta do projeto ‘Eseba em Casa’, que disponibiliza atividades no site da instituição, continuará disponível”.

VEJA TAMBÉM: 

 















 

Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »