18/06/2020 às 09h22min - Atualizada em 18/06/2020 às 09h22min

Manoel Honorato diz que 80% do elenco está definido

Temporada do Uberlândia/Start Química/Gabarito pode começar em julho

IGOR MARTINS
Clube se reuniu com a CBV na segunda (15) para tratar sobre calendário 2020/21 | Foto: Reprodução Facebook

Mesmo durante a pandemia da Covid-19, a diretoria do Uberlândia/Start Química/Gabarito segue trabalhando para fechar o plantel do time o mais breve possível. Com o acesso à elite do voleibol masculino, o treinador Manoel Honorato afirmou que praticamente 80% do elenco já está montado para a disputa da temporada 2020/21.

Na segunda-feira (15), os 12 clubes que jogarão a Superliga A participaram de uma videoconferência com membros da Confederação Brasileira de Vôlei (CBV) para discutir assuntos relacionados à competição e calendário. De acordo com Honorato, a reunião foi produtiva e ajudou os clubes a terem uma ideia de como se planejarem para o ano, considerando as dificuldades impostas pelo novo coronavírus.

Ainda sem confirmação oficial, a elite do voleibol masculino deve começar em meados de outubro, mas isso vai depender do grau de contágio do vírus no Brasil até lá. Segundo o treinador do clube uberlandense, o time já estuda a possibilidade de jogar algumas partidas antes do início oficial da temporada.

“Nós devemos participar do campeonato mineiro e estamos estudando a possibilidade de participar dos Jogos Universitários. Sabemos que todos os atletas do Uberlândia estão aptos a fazer uma universidade, e isso seria muito interessante para poder entrosar a equipe”, disse.

Responsável por liderar o time uberlandense na segunda divisão nacional na última temporada, o time de Manoel Honorato se classificou para a primeira divisão após o cancelamento da competição pelo Comitê de Crise da CBV. Em sua campanha, o clube conquistou cinco vitórias em sete partidas e havia terminado a primeira fase do campeonato na segunda colocação.

Ciente da diferença financeira do Uberlândia para as equipes mais tradicionais, como o Sada Cruzeiro e Taubaté, o comandante acredita no poder de seu elenco e espera conseguir ajuda financeira de outros patrocinadores para conseguir fazer uma boa campanha pela Superliga Masculina de Vôlei.

“Estamos num processo de captação de recursos junto à Lei de Incentivo Federal e Estadual e mais alguns patrocínios diretos. Ainda não assinamos nenhum contrato com nenhum atleta, mas eu diria que 80% do elenco já está apalavrado com o time”, afirmou o treinador.

Para ele, o retorno aos treinos pode acontecer em julho, mas garante que a volta só vai acontecer se as condições forem seguras para todos os envolvidos no dia a dia da equipe. “Nós dependemos da Prefeitura de Uberlândia, da Organização Mundial de Saúde e da própria CBV para definir ao certo o calendário da nova temporada”, explicou ao Diário.

Uma das reivindicações dos clubes na reunião de segunda tratou também da possibilidade da ajuda de custo a todas as equipes da elite do voleibol masculino. Com a retração da economia, os clubes tiveram suas finanças afetadas diretamente com a falta de jogos finais dos playoffs e receitas com bilheteria, por exemplo.

























 

Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »