15/06/2020 às 15h32min - Atualizada em 15/06/2020 às 15h32min

Homem que sequestrou ex-mulher e filho é indiciado pela Polícia Civil

Fato aconteceu no mês de maio no bairro Marta Helena em Uberlândia; autor foi denunciado por sequestro, ameaça, violência doméstica e outros crimes

BRUNA MERLIN
Armas e munições foram apreendidas com o autor, que permanece preso em Uberlândia | Foto: Reprodução/TV Paranaíba

Diego Mendes Pireth, de 37 anos, foi indiciado pela Polícia Civil e denunciado pelo Ministério Público Estadual (MPE) pelos crimes de ameaça, sequestro, violência doméstica e descumprimento de medida protetiva. Ele é acusado de sequestrar a ex-mulher e o filho no mês passado, no bairro Marta Helena, em Uberlândia.
 
Os coautores da ação também foram denunciados e os inquéritos remetidos à 2ª Vara Criminal da comarca de Uberlândia. Segundo a delegada da Delegacia Especializada de Crimes Contra a Mulher, Lia Valechi, as investigações foram concluídas dez dias após o crime.
 
A delegada ouviu os cincos autores e as vítimas, incluindo a mãe e a outra filha da mulher, além do proprietário da fazenda onde os reféns foram encontrados no dia seguinte.
 
Durante o depoimento, o homem confessou todas as ações cometidas, mas alegou que havia combinado com a vítima que a resgataria da família, que não aprovava a volta do relacionamento. “Ele disse que a ex-mulher queria reatar o casamento e que foi tudo combinado para que ela fugisse de casa com ele e o filho. Mas, a vítima negou tudo”, explicou a delegada.
 
Ainda de acordo com Lia Valechi, o casal se separou cerca de um mês e meio antes de o crime acontecer. A mulher de 32 anos chegou a fazer um Boletim de Ocorrência e consegui na Justiça uma medida protetiva contra o homem que a perseguia e a ameaçava para que o casamento fosse retomado. Na época, ele foi preso por descumprir a providência.
 
“Ela solicitou duas medidas protetivas no mesmo dia. Uma para ela e uma para a mãe dela que também foi perseguida pelo autor”, complementou Valechi.
 
Por sua vez, a mulher relatou em depoimento à Polícia Civil que já havia sido agredida pelo ex-companheiro durante a união. Disse ainda que as agressões foram alguns dos motivos que a motivaram a separar. A mãe dela, de 62 anos, e a outra filha, que também foram vítimas do crime, informaram que o autor sofria de transtorno bipolar e fazia uso de medicamentos controlados.
 
“O proprietário da fazenda onde os reféns foram localizados após quase 30 horas de sequestro também foi rendido e ameaçado por Diego. Em seu relato, ele disse que a mulher não parecia estar concordando com a situação e que em vários momentos ela foi agredida pelo autor. A vítima tentava negociar a libertação do filho, que se apresentava assustado com o que estava acontecendo”, frisou a delegada.
 
O Diário de Uberlândia não conseguiu localizar a defesa de Diego para comentar o caso. 
 
COAUTORES
Valechi disse que quatro coautores, sendo três jovens de 18, 21 e 26 anos e um homem de 33, confessaram a participação no ato. Eles também foram indiciados pelos crimes de sequestro, ameaça, porte ilegal de arma de fogo, violação de domicílio, roubo e dano à propriedade privada.
 
“Todos eles disseram que receberam quantia em dinheiro para cometer a ação. Agiram em coautoria e foram indiciados em outro inquérito porque foram presos em flagrante delito no mesmo dia do sequestro”, explicou a delegada.
 
A reportagem procurou a Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap-MG), para saber se os envolvidos no crime seguem presos. Além de Diego Mendes Pireth, outros dois coautores cumprem pena no Presídio Professor Jacy de Assis.
 
A Seap também informou que um dos autores não possui custódia nas unidades administradas pelo Departamento Penitenciário de Minas Gerais (Depen-MG). Por fim, a situação do último envolvido no crime não foi revelada já que o nome do autor apresenta muitos homônimos.
 
ENTENDA O CASO
O crime foi registrado no dia 13 de maio em uma residência na rua Iguaçu, no bairro Marta Helena. Na casa, a ex-mulher morava com o filho de seis anos, com a mãe de 62 anos, além da filha mais velha de outro relacionamento.
 
De acordo com o relato da idosa à Polícia Militar (PM), uma jovem teria ido até a residência se passando por uma cliente já que ela trabalha como costureira. Ao abrir o portão para a garota, o ex-genro entrou com mais dois indivíduos, a empurraram e ameaçaram com armas de fogo.
 
Os criminosos quebraram a porta da sala e amarraram a avó e a neta, apontando as armas em direção às cabeças. O ex-marido então encontrou a mulher em um dos cômodos e a arrastou para fora da residência, juntamente ao filho dos dois, colocando-os dentro de um carro cinza e fugindo do local. Uma testemunha disse que o homem gritava o tempo todo que era para a mulher voltar para ele.
 
Durante os rastreamentos, a PM conseguiu encontrar a casa da jovem de 18 anos que havia tocado o interfone. Ela disse que o autor principal havia feito contato, ordenando-lhe que fosse até a casa das vítimas. Ela recebeu dinheiro para se passar por cliente e auxiliar na invasão dos criminosos no imóvel.
 
Os policiais montaram uma operação para localizar os outros envolvidos no sequestro. Eles encontraram um dos carros usados no crime trafegando pela rua da Secretária, no bairro Planalto. Os PMs conseguiram abordar o veículo na avenida Sílvio Rugani, no bairro Tubalina. Três autores estavam dentro do automóvel, sendo que um deles agrediu um policial com chutes, socos e pontapés. A polícia encontrou armas dentro do carro e uma alta quantia em dinheiro, confirmada por todos eles como pagamento oriundo do crime encomendado pelo ex-marido da vítima. 
 
Após quase 30 horas de sequestro, Diego Mendes foi encontrado em uma propriedade rural localizada no Assentamento Nova Tangará onde estava mantendo o filho e a ex-mulher em cárcere privado. O autor estava com uma pistola e não apresentou qualquer resistência enquanto era algemado pelos policiais.
 
A mãe foi encontrada abraçada com o filho dentro de um cômodo. Dentro do carro utilizado no sequestro, os militares encontraram sete papelotes de cocaína, tablete de maconha e R$ 11,4 mil.

VEJA TAMBÉM:

Ex-marido sequestra mulher e o filho de 6 anos no bairro Marta Helena em Uberlândia

PM prende homem após sequestrar e manter em cárcere privado filho e ex-mulher



































 

 
 
 
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »