15/05/2020 às 09h43min - Atualizada em 15/05/2020 às 11h10min

PM prende homem após sequestrar e manter em cárcere privado filho e ex-mulher

Envolvidos estavam em uma propriedade rural de Uberlândia; autor ameaçava vítimas de morte e não aceitava fim do relacionamento

DA REDAÇÃO
PM apreendeu revólver e pistola com o autor do crime | Foto: TV Paranaíba/Divulgação

O homem que sequestrou a ex-mulher e o filho de 6 anos na tarde de quarta-feira (13) foi preso após uma operação desencadeada pela Polícia Militar (PM) na noite desta quinta-feira (14). O criminoso foi encontrado com as vítimas em uma propriedade na zona rural de Uberlândia, após quase 30 horas de sequestro.

O crime com motivação passional foi registrado por volta de 15h na rua Iguaçu, no bairro Marta Helena. Na residência estavam a mulher e os dois filhos, sendo a mais velha de outro relacionamento, além da mãe, de 62 anos. De acordo com o relato da idosa aos militares, uma jovem de 18 anos teria ido até a casa, se passando por uma cliente, já que ela trabalha como costureira. Ao abrir o portão para a suposta cliente, o ex-genro entrou com mais dois homens, a empurraram e ameaçaram usando uma arma de fogo.

A PM colheu informações com testemunhas e envolvidos no intuito de localizar o autor do sequestro, juntamente com a ex-mulher e o filho. Eles receberam informações de que o criminoso estaria mantendo as vítimas em cárcere privado em uma propriedade localizada no Assentamento Nova Tangará, na zona rural de Uberlândia.

As viaturas se deslocaram até o local e perguntaram aos residentes sobre o caso. Um morador afirmou que o homem estava com as vítimas em determinado lote próximo ao lugar. Com isso, a PM chegou até o local denunciado e encontrou o autor com uma pistola. Ele não apresentou qualquer resistência e foi enquadrado e algemado.

A mãe foi encontrada abraçada com o filho dentro de um cômodo. Dentro do carro utilizado no sequestro, os militares encontraram 7 papelotes de cocaína, 1 tablete de maconha e R$ 11,4 mil.

ENTENDA O CASO
A ocorrência começou no bairro Marta Helena na quarta-feira (13). Após terem entrado na casa por meio da suposta cliente, os criminosos quebraram a porta da sala e amarraram a avó e a neta, apontando as armas em direção às cabeças. O ex-marido encontrou a ex-mulher em um dos cômodos da casa e a arrastou para fora da residência, juntamente com o filho, colocando-os dentro de um carro cinza e fugindo do local. Uma testemunha disse que o homem gritava o tempo todo que era para a mulher voltar para ele.

Durante os rastreamentos, a PM conseguiu encontrar a casa da jovem que havia tocado o interfone. Ela disse que o autor principal havia feito contato, ordenando-lhe que fosse até a casa das vítimas. Há informações de que ela teria recebido dinheiro para se passar por cliente e auxiliar na invasão dos criminosos na casa. 

Os policiais montaram uma operação para localizar os envolvidos no sequestro. Eles encontraram um dos carros usados no crime trafegando pela rua da Secretária, no bairro Planalto. A PM deu ordem de parada aos suspeitos, mas eles tentaram fugir em alta velocidade, desrespeitando a sinalização de parada obrigatória e ignorando a ordem dos militares.

Depois da perseguição, os PMs conseguiram abordar o veículo na avenida Sílvio Rugani, no bairro Tubalina. Três autores estavam dentro do carro, sendo que um deles agrediu um policial com chutes, socos e pontapés. A polícia encontrou armas dentro do carro e uma alta quantia em dinheiro, confirmada por todos eles como pagamento oriundo do crime encomendado pelo ex-marido da vítima. 

Também foram apreendidos aparelhos celulares, um simulacro de pistola e o veículo. Os autores receberam voz de prisão em flagrante e foram levados à Delegacia de Plantão com os materiais apreendidos. 








































 


Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »