05/03/2020 às 16h03min - Atualizada em 05/03/2020 às 18h29min

Polícia realiza operação de proteção à mulher vítima de violência doméstica

Operação “Marias II” resultou em visitas tranquilizadoras a vítimas de Uberlândia

CAROLINE ALEIXO
A Polícia Civil de Uberlândia realizou 35 visitas tranquilizadoras a vítimas com medidas protetivas vigentes nesta quinta-feira (5). As ações fazem parte da operação Marias II, deflagrada em todo o estado, e que tem como objetivo resguardar a segurança de mulheres vítimas de violência doméstica.

O delegado-chefe do 9º Departamento de Polícia Civil da cidade, Marcos Tadeu de Brito, informou que as diligências ocorreram de forma tranquila e que as ações na cidade foram no sentido de fiscalizar o cumprimento das medidas protetivas. Embora a assessoria de imprensa da 
PC em Belo Horizonte tenha informado sobre um mandado de busca e apreensão cumprido, o delegado reforçou que não houve nenhuma intercorrência nos trabalhos de fiscalização. 

De acordo com a polícia, a segunda fase da operação foi desencadeada em homenagem ao Dia Internacional da Mulher celebrado no próximo domingo (8). Em novembro, a primeira etapa resultou em mais de 80 prisões em Minas Gerais. 

As atividades envolveram todas as Regiões Integradas de Segurança Pública do Estado de Minas Gerais e foram cumpridos ainda mandados contra suspeitos de crimes contra a mulher como ameaça, tentativa de feminicídio, lesão corporal, descumprimento de medidas protetivas e estupro. 

O nome "Marias” é inspirado em Maria da Penha Maia Fernandes, referência na luta em defesa dos direitos das mulheres e que inspirou a denominação da lei de combate à violência doméstica “Maria da Penha”.
 





 

 
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »