03/12/2019 às 10h07min - Atualizada em 03/12/2019 às 10h07min

PM apreende menor suspeito de matar torcedor do Flamengo em Uberlândia

Homicídio ocorreu após vitória do time na Copa Libertadores no último dia 23; adolescente foi encontrado no bairro Santa Mônica

GIOVANNA TEDESCHI
Arma sem registro foi encontrada junto com menor | Foto: PM/ divulgação

A Polícia Militar (PM) deteve, na madrugada desta terça-feira (3), o adolescente de 16 anos acusado de matar um torcedor do Flamengo em um posto de gasolina do bairro Santa Mônica no último dia 23. A apreensão ocorreu na rua Francisco Antônio de Oliveira, no mesmo bairro, em Uberlândia.

 

O menor foi encontrado depois da abordagem de Augusto Inácio de Queiroz, de 28 anos, no bairro Laranjeiras. Os policiais investigavam um roubo de joias que ocorreu no último sábado (30) na região central da cidade. Na data, quatro pessoas armadas invadiram um comércio e levaram um cofre com cerca de R$5 mil, além de outros materiais.

 

Em conversa com os militares, o jovem confessou ter passado informações para um outro suspeito para auxiliar no roubo. Passou também o endereço de Jefferson Ferreira Silva, de 24 anos, que teria alugado uma arma para os autores do crime. Ele foi abordado no bairro Monte Hebron e estava com um tablete de maconha.

 

Queiroz disse ainda que o cofre roubado estaria em uma residência na rua Francisco Antônio de Oliveira, no bairro Santa Mônica. O adolescente suspeito de homicídio foi localizado nesta casa. Os militares encontraram também um revólver calibre 38 com numeração suprimida e o cofre procurado.

Polícia encontrou cofre roubado no bairro Martins | Foto: PM/ divulgação

 

O menor foi apreendido e conduzido para a delegacia de plantão acompanhado de representante legal. De acordo com a Polícia Civil, o auto de apreensão dele será lavrado pelo delegado de plantão ainda nesta terça-feira (3). O adolescente foi indiciado em 29 de novembro e estava foragido desde então. Ele tem registros por dois furtos à residência em Uberlândia e um em Araguari, sendo que neste último houve troca de tiros com a polícia.

 

Os outros dois suspeitos foram detidos e levados à delegacia de plantão junto com os materiais encontrados. 

 

ENTENDA O CASO

Hiaggo Henrique Garcia, de 27 anos, foi baleado  após o jogo do Flamengo contra o River Plate pela Copa Libertadores, no dia 23 de novembro. Ele e outros torcedores estavam próximos à área da loja de conveniência do posto Milani, que fica na avenida Anselmo Alves dos Santos. O suspeito do homicídio chegou ao local em um carro prata com mais duas pessoas, também envolvidas no crime.  

 

As câmeras de segurança do posto flagraram o momento em que o grupo de torcedores iniciou a discussão. As imagens compartilhadas em redes sociais mostram que um dos rapazes dá uma cabeçada na vítima e, em seguida, o autor do disparo saca a arma de fogo e atira contra o rosto do jovem, que cai no chão. O tiro atingiu a parte inferior do olho da vítima.

 

Câmeras de segurança flagraram ação no posto | Foto: reprodução
O grupo então se dispersou e saiu correndo do local. Os autores tentaram entrar em um carro que estava estacionado na área do posto, mas não conseguiram dar partida e fugiram a pé pelo interior do bairro. 

 

A vítima chegou a ser socorrida pelo Corpo de Bombeiros, mas não resistiu ao ferimento. O corpo foi levado para o Instituto Médico Legal (IML) para ser feita a autópsia e liberado para a funerária na manhã de domingo (24). O jovem tinha passagens pela polícia pelos crimes de receptação, ameaça e infrações de trânsito. A hipótese é de que o assassinato tenha sido premeditado por causa de rixas entre os dois.


 

 
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »