26/07/2019 às 19h16min - Atualizada em 26/07/2019 às 19h16min

​Prefeitura avalia impactos de suspensão de cirurgias eletivas em Uberlândia

Estado comunicou medida nesta quinta-feira (25) após municípios executarem todo o recurso repassado pela União

DA REDAÇÃO
A Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG) comunicou, nesta quinta-feira (25), a interrupção de novas autorizações para a realização de cirurgias eletivas nos municípios mineiros. O Diário procurou a Prefeitura de Uberlândia para saber os impactos da medida na rede municipal de saúde e, por nota, informou que está fazendo um levantamento sobre como a decisão influenciará no atendimento da rede.
 
A reportagem também solicitou números atualizados sobre a situação das filas dos procedimentos no Município, mas não teve retorno até a publicação. Em entrevista no mês de fevereiro, o secretário de Saúde, Gladstone Rodrigues, informou à imprensa que cerca de 30 mil pacientes aguardavam por cirurgias eletivas, sendo a maioria para procedimentos de vesícula e hérnia de disco. “Temos pessoas esperando três anos para operar”, comentou o secretário.
 
A medida do Governo de Minas Gerais ocorre com o objetivo de realizar um balanço financeiro dos procedimentos até agora realizados, até ser aguardada nova publicação do Ministério da Saúde. Ocorre que os R$ 15,2 milhões enviados pelo governo federal ao Estado para essa finalidade, e rateado entre os municípios, já foram executados e o número de procedimentos ultrapassou o previsto.
 
“Há expectativa de que o órgão federal deva publicar o documento nos próximos dias. Após a análise dessa nova portaria, será implementado, no que couber, uma nova programação dos recursos financeiros”, informa a nota da SES.
 
Ainda segundo o Estado, a interrupção de novas autorizações não impede a execução do já estava em curso. Segundo nota informativa sobre a distribuição do recurso previsto na portaria do Ministério da Saúde, publicada em fevereiro, o município de Uberlândia recebeu R$ 589.849, 60 no rateio com a meta de realizar 542 procedimentos.
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »