22/11/2018 às 09h39min - Atualizada em 22/11/2018 às 09h39min

Bitrem com 12 toneladas de cigarro atola e seis pessoas são presas

NÚBIA MOTA
Uma carreta bitrem carregada com 12 toneladas de cigarro contrabandeado atolou na zona rural de Araporã,  a 144 km de Uberlândia, e seis pessoas acabaram sendo presas depois de pedirem ajuda a moradores próximos ao local onde iam deixar a carga. Eles pediram tratores para desatolar o caminhão e levantaram suspeita, depois de dizerem que estavam carregados com adubo.

Segundo o cabo Dieison Porto, da PM de Araporã, a quadrilha ia colocar toda a carga em uma casa alugada, na zona rural, próximo a BR-153, e iria redistribuir o cigarro em vans e pick up pela região. Como no lugar, geralmente, não entra carreta, os fazendeiros vizinhos ficaram desconfiados e acionaram a PM. “Só uma fazenda planta naquela região e não fazia sentido passar uma bitrem com adubo. Eles pensaram que o bitrem era roubado e ligaram para gente. Ligamos para polícia de Goiás e fizemos a apreensão e as prisões. Eles alugaram uma casa que não passa na porta de nenhuma sede para não levantar suspeita, mas atolaram”, disse o cabo Dieison.



6 pessoas foram presas na operação | Foto: PM

As seis prisões, sendo de 3 homens e 3 mulheres, foram feitas a medidas que  os envolvidos iam aparecendo. Eles tinham diferentes funções, como dirigir a carreta, redistribuir a carga em vans, tinha chapas e até cozinheira. Além do cigarro, foram apreendidas a carreta, duas vans sem bancos para caber o produto e uma pick up Strada.  Os envolvidos, segundo o delegado da Polícia Federal (PF), Carlos D´Ângelo, foram trazidos para a delegacia de Uberlândia, por se tratar de contrabando.
 
 
 
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »