20/11/2018 às 10h46min - Atualizada em 20/11/2018 às 10h46min

Profissionais da saúde definem protocolo sobre acidentes fatais

Da Redação
A Regional de Saúde de Uberaba junto a profissionais de epidemiologia de Uberaba, Uberlândia, Ibiá e do Centro de Referência em Saúde do Trabalhador (CEREST) de Uberaba e Uberlândia estão discuntindo a realidade dos acidentes fatais na região. O O objetivo é padronizar os procedimentos de investigação de óbitos e a qualificação dos dados, tanto no Sistema de Informação de Mortalidade (SIM), quanto no Sistema de Informação de Agravos de Notificação (SINAN).

“Ficou estabelecido que 100% dos acidentes de trabalho fatais serão investigados pelo município de ocorrência do acidente, enviando posteriormente a investigação para o município de ocorrência do óbito. A superintendência solicita comunicação imediata do óbito e investigação de 100% dos acidentes de trabalho fatal, a fim de alimentar os Sistemas de informação com dados fidedignos, contribuindo com pesquisas na formulação de políticas públicas de prevenção de acidentes de trabalho e da vida humana” garante Ávila.

Identificar e comunicar possíveis falhas humanas, garantindo a inserção da informação adequada, garantir informações complementares e não conflitantes, garantir completude de preenchimento das fichas de notificação no SINAN e declaração de óbito no SIM, e do registro da causa do acidente, são prioridades no monitoramento dos sistemas de informação. O próximo encontro deve acontecer em março do próximo ano, para dar continuidade às metas estabelecidas.
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »