22/05/2018 às 17h05min - Atualizada em 22/05/2018 às 17h05min

Instrutor de autoescola é indiciado por estupro de aluna

MARIELY DALMÔNICA | REPÓRTER
  
Foi indiciado por estupro o instrutor de autoescola denunciado por uma aluna, em abril passado, por abuso sexual. Caso seja condenado, o homem de 37 anos poderá pegar pena de seis a dez anos de reclusão.

A vítima, de 18 anos, registrou a ocorrência no dia 2 de abril. A aluna afirmou que teve o corpo apalpado várias vezes pelo suspeito, inclusive em sua genitália. Ela participava de uma aula no simulador de direção na Auto Escola Mundial, no bairro Jardim Patrícia, na zona oeste de Uberlândia.

Segundo a delegada Alessandra Rodrigues da Cunha, algumas pessoas foram ouvidas para que o inquérito fosse concluído. “As testemunhas confirmaram que a sala estava trancada durante a aula. Elas forçaram a porta para entrar no local, mas não conseguiram”, disse.

Ainda de acordo com a delegada, durante as investigações, foi constatado que, no dia dos fatos, a câmera do simulador foi manipulada para não registrar imagens. “A perícia concluiu que a câmera não é fixa no simulador, está presa apenas por uma fita e é de fácil manuseio”, afirmou.

A vítima e o suspeito também foram ouvidos pela Polícia Civil. Segundo Alessandra, em depoimento, o instrutor negou todas as acusações. A redação do Diário de Uberlândia entrou em contato com a autoescola, que não se posicionou até a publicação deste texto.
 
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »