22/08/2017 às 17h03min - Atualizada em 22/08/2017 às 17h03min

PM e criminosos trocam tiros em tentativa de roubo de carros

Caso aconteceu no Umuarama; policial e assaltante ficaram feridos

WALACE TORRES | EDITOR
Veículo usado em tentativa de roubo tinha placa clonada e havia sido roubado há duas semanas / Foto: Walace Torres

 

Uma tentativa de roubo seguida de troca de tiros e perseguição ocorrida hoje à tarde no bairro Umuarama, na zona norte, deixou um policial militar ferido, um assaltante baleado e cinco veículos danificados. Um dos assaltantes passou por cirurgia e permanece internado mediante escolta policial no Hospital de Clínicas da Universidade Federal de Uberlândia. O policial teve escoriações leves no braço, foi atendido e liberado.

Pelo menos dois assaltantes participaram da ação, que tinha como alvo veículos estacionados nas proximidades do Hospital e do campus universitário. Dois veículos HB20 já estavam com as fechaduras arrombadas e o fio do alarme cortado quando uma viatura da polícia que patrulhava a área desconfiou de outro HB20, cor branca, parado com um homem ao volante.

O fato ocorreu na rua República do Piratini e assustou muita gente por causa dos disparos e da perseguição, que terminou após o veículo conduzido por um dos marginais bater em outros quatro carros e capotar.

Segundo o tenente coronel Ailton Donizette, os policiais desconfiaram do homem no HB20 porque na semana passada, um veículo com as mesmas características havia dado cobertura durante um roubo na cidade. Um dos policiais desceu da viatura e fez a abordagem no veículo que se encontrava parado ao lado de outros carros. Ao perceber a ação, o comparsa que estava à espreita na esquina das ruas República do Piratini com Professor José Inácio de Sousa, sacou uma arma e efetuou disparos na direção do policial. O criminoso que estava no carro agarrou o colete do policial e deu marcha ré, arrastando o militar por quase 30 metros. Na tentativa de se soltar, o policial conseguiu pegar a arma e efetuou cinco disparos, sendo que quatro atingiram o condutor na altura da barriga. O veículo bateu na lateral de um Gol que vinha pela República do Piratini. Em seguida, o bandido engatou novamente a marcha e tentou fugir, mas bateu em outros dois veículos estacionados e foi em direção a um terceiro que tentou desviar e provocou o capotamento do HB20.

O suspeito que iniciou os disparos conseguiu escapar antes da chegada de reforço policial. Já o condutor do veículo que tentou escapar foi detido e levado para o hospital. Ao fazer o registro da ocorrência, a polícia percebeu que os criminosos se preparavam para roubar ao menos dois veículos estacionados na rua. “O sujeito da esquina estava à espera da vítima aparecer para levar o carro”, disse o tenente coronel. No interior do veículo usado na ação, os policiais encontraram três chaves de fenda usadas para abrir os veículos. Os bandidos chegaram a abrir o capô e cortar a fiação da sirene que aciona o alarme.

João Batista Martins era proprietário de um dos veículos que estava na mira dos bandidos. Ele fazia um exame no hospital quando a ação aconteceu. Ao retornar, percebeu que o veículo havia sido arrombado. “Eu ainda cheguei a pensar em colocar num estacionamento pago, mas encontrei vaga na rua e deixei aqui. Graças a Deus que estava longe daqui”, disse.

A bancária Maria Angélica Pinto Farahat mora em Brasília e tinha vindo a Uberlândia visitar a filha, que é universitária. Ela passava na rua República do Piratini justamente no momento em que os criminosos tentavam fugir da polícia. “Eu tentei dar passagem, mas ele veio e me bateu”, disse a bancária, que chegou a subir no passeio e bater o veículo na cerca devido ao choque. 

O estudante Rubens Gonçalves Moreira também passou momentos de tensão. Ele dirigia o Gol que foi surpreendido com o HB20 vindo de ré em sua direção. “Ouvi vários tiros e deitei no chão do carro”, disse o estudante, que teve o veículo avariado na porta.

 

FICHA CORRIDA

Criminoso baleado tem passagens por homicídio e roubo

O criminoso baleado tem uma ficha extensa, segundo a Polícia Militar. Ao fazer a identificação no sistema, a PM constatou que o autor, de 26 anos, tem passagens por homicídio, roubo, receptação e latrocínio. Segundo o tenente coronel Ailton Donizette, não havia registro de mandado de prisão contra o criminoso, que chegou a cumprir pena e estava solto desde o ano passado.

O veículo usado na tentativa de roubo também era produto de crime. Ele havia sido roubado no dia 4 de agosto no bairro Jardim Finotti. Ainda de acordo com a Polícia Militar, o HB20 estava com uma placa clonada de Recife.


Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »