12/03/2020 às 12h36min - Atualizada em 12/03/2020 às 12h36min

Nas ruas

LEANDRO MAZZINI
Bolsonaristas estão com medo de o ‘fator coronavírus’ esvaziar as manifestações pró-Governo no domingo. O foco dos apoiadores é lotar a praia de Copacabana, no Rio de Janeiro, a Av. Paulista, em São Paulo, e metade da Esplanada dos Ministérios, em Brasília. Se a foto não sair bem, o discurso da justificativa pelo medo do contágio está pronto. Mas alguns congressistas bolsonaristas viram uma questão política na suspensão das aulas na rede pública do Distrito Federal e na USP – conhecido reduto da elite esquerda pensadora. Acham que é movimento para causar medo e esvaziar as ruas.
 
O óbvio
Mas essa turma que só vê política está cega para o óbvio: Fato é que a pandemia do coronavírus no mundo está deixando muita gente em casa. A Itália está toda parada.
 
Porta de entrada
Uma funcionária de empresa que opera nos canais de inspeção do Aeroporto de Guarulhos está infectada com o coronavírus. E a Anvisa continua sem gente suficiente nos terminais.
 
Ô louco!
A Mesa da Câmara dos Deputados agiu rápido, consciente, e enterrou o projeto de lei do Deputado Boca Aberta (PROS-PR), que previa amputação de mão de corrupto condenado.
 
Com o respeito..
.. É porque, talvez, não sobraria muita gente com as duas mãos ali.
 
Camaleoa
Ex-feminista pró-aborto, de esquerda e encrenqueira, Sara Winter – hoje evangélica, mãe e bolsonarista – ganhou documentário de cinema sobre sua vida e transformação. Estreia dia 7 de abril. É “A Vida de Sara”, com produção da Lumine TV.
 
Igreja
Dom Sérgio da Rocha se despede de Brasília. Com a aposentadoria do Dom Murilo Krieger, ele foi  nomeado novo Arcebispo de Salvador.
 
Bronca no cardápio
A ministra Damares Alves ganhou almoço de aniversário ontem no Fausto & Manoel do Pontão do Lago Sul. Mas o segundo andar, reservado, não tinha acesso para três cadeirantes que a acompanhavam. Foi um constrangimento. Ela pegou o microfone para discurso e deu uma bronca nos proprietários.
 
BA$A
O Banco da Amazônia publica hoje nos jornais do Pará, onde fica a sede, seu balanço financeiro de 2019.  É uma boa oportunidade para ver como vão as contas do financiamento de empresas – tem gente que pegou milhões e jogou em off shore.
 
Rasante
Veja como a pandemia do coronavírus derrubou os preços das passagens aéreas em alguns importantes trechos internacionais. Ontem, era possível encontrar bilhetes de São Paulo - Nova York e Rio-NY por R$ 2,4 mil. Lisboa-NY saía mais barato, por R$ 2,2 mil. E quem saísse de Portugal para Miami, pagava de R$ 1,9 mil. A maioria desses trechos, em tempos sem tensão, sai quase pelo dobro desses valores.
 
Mãos ao alto
Tem farmácia em Brasília assaltando o pobre do consumidor. Vidrinhos de álcool gel, antes a R$ 18, estão expostos na fachada de algumas lojas a R$ 50.
 
Tá vivo?
Lembra do cliente da Vivo que ficou 28 minutos para tentar apenas mudar o plano, foi atendido por três interlocutores no canal por telefone, e desligaram a ligação? Cancelou ontem a linha.
 
Babel de PE
A Secretaria de Educação de Pernambuco respondeu sobre o investimento de R$ 51 milhões para ensinar as línguas inglesa, espanhola e alemã para alunos da rede estadual, apesar de ter professores concursados e terceirizados para as duas primeiras. É para o programa Ganhe o Mundo, que treina jovens para intercâmbio em 10 países. Informa que serão oferecidas aulas para 15 mil estudantes nos próximos 3 anos, e os 1.000 melhores avaliados ganham bolsa (R$ 719/mês) para morar no exterior e aprender mais. Ainda justifica que não utiliza os professores da rede pública porque as aulas são extracurriculares e fora do período da escola. Tá bom..


*Esta coluna é de responsabilidade do autor e não representa, necessariamente, a opinião do Diário de Uberlândia.








 
Relacionadas »
Comentários »