23/07/2019 às 13h07min - Atualizada em 23/07/2019 às 16h14min

Calvário da inveja

LEANDRO MAZZINI
Não se fala em outra coisa no mercado publicitário do Rio de Janeiro. A inveja, o quinto pecado capital está em alta na praça, e bate à porta - insistentemente - da Arquidiocese do Rio de Janeiro. Com intenções nada cristãs, diretores da Shell do Brasil investem pesado na tentativa de tirar da Refit o patrocínio oficial ao Cristo Redentor, no Corcovado, recém-anunciado e com validade até final de 2020. A refinaria privada tomou a inédita iniciativa há pouco menos de um mês, e as concorrentes não perdoam ter perdido o cartão postal do Brasil.
 
Ofertas
Na sacristia, o que se diz é que a Shell já fez duas grandes ofertas. Quem ouve lamúrias no "confessionário" é o padre Omar, administrador do Corcovado. O mercado aguarda a reza para ver se ele vai resistir às tentaçõe$ e manter o combinado.
 
Outro lado
Embora a Shell negue a intenção, na igreja a história é confirmada por quem acompanha o caso. Amém
 
Preconceito
Presidente nacional do PSB, Carlos Siqueira diz repudiar recentes comentários do presidente Jair Bolsonaro (PSL): “Demostraram não apenas desapreço pelo povo nordestino, mas especialmente uma sorte de preconceito que beira o racismo”.
 
Basquete 1
A despeito da polêmica em Brasília e da chiadeira dos times adversários, o BRB garante que o patrocínio para o Flamengo, o time de Brasília e as seleções brasileiras masculina e feminina de basquete vão garantir retorno para o banco - a iniciativa obedece ao estatuto - e para a capital e os brasilienses. Garante o presidente da instituição, Paulo Henrique Costa.
 
Basquete 2
O Flamengo passará a jogar mais na capital, onde tem, proporcionalmente, mais torcedores que o Rio de Janeiro. Haverá mais centros de treinamentos nas escolas públicas e um retorno financeiro para toda a cadeia turística da Capital e Entorno. O BRB, segundo Paulo Henrique, também terá prioridade em negócios envolvendo os clubes e a Confederação Brasileira. Até passes e negócios de imagens envolvendo jogadores entram no acordo.
 
Agrotóxicos
O Ministério da Agricultura mantém acelerado o ritmo de aprovações de agrotóxicos. Liberou mais 51, totalizando 290 desde o começo deste ano - além de 21 novos pedidos de registro.
 
Restrições
A pasta garante que seis novos produtos, que contêm o ingrediente ativo sulfoxaflor, terão restrições de uso estabelecidas pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama). 
 
Investimento$
A França assumiu a liderança no ranking de projetos de Investimento Estrangeiro Direto (IED) no Brasil no segundo trimestre. Foram mais de US$ 8,6 bilhões de investimentos confirmados, de acordo com a Câmara de Comércio Exterior (Camex).
 
Itália & Japão
Em sequência está a Itália, com US$ 4,2 bilhões, e o Japão, com US$ 2,0 bilhões. Os investimentos diretos estrangeiros nos dois primeiros trimestres de 2019 somaram aproximadamente US$ 26 bilhões, dos quais aproximadamente US$ 15 bilhões no segundo trimestre.
 
Privilégio
Senador Fabiano Contarato (Rede-ES) que acabar com a prisão especial para quem tem diploma de ensino superior. Delegado, o parlamentar justifica que seu projeto (PL 3945/2019) visa “eliminar privilégios”.
 
*Esta coluna é de responsabilidade do autor e não representa, necessariamente, a opinião do Diário de Uberlândia.
Relacionadas »
Comentários »