12/11/2021 às 11h13min - Atualizada em 12/11/2021 às 11h13min

Vereadores adiam votação de projeto que destina verba de R$ 1 milhão para o carnaval em Uberlândia

Após verificação de que a proposta, que é de autoria do Executivo, não teria quantidade necessária de votos, parlamentares retiraram projeto da pauta

SÍLVIO AZEVEDO
Votação foi adiada a pedido dos vereadores para a próxima terça (16) I Foto: Sílvio Azevedo
O projeto que tem como objetivo destinar R$ 1 milhão para as cinco agremiações que realizam o carnaval de Uberlândia foi retirado da pauta na sessão desta sexta (12) na Câmara Municipal. A proposta, que seria votada em primeira discussão na oitava reunião ordinária de novembro, foi adiada a pedido dos vereadores para a próxima terça (16).

A justificativa dada por alguns parlamentares é de que a proposta não passaria. Nos bastidores, muitos vereadores se posicionaram contra a destinação da verba. Para alguns, este não era o momento propício para aprovação desse tipo de projeto, uma vez que a pandemia ainda não está erradicada, mesmo com a vacinação adiantada.

Nesta semana , o Diário trouxe
uma matéria a respeito do assunto. A proposta é de autoria do Executivo e prevê a transferência de R$ 1 milhão para as cinco escolas de samba no Carnaval de 2022. Caso aprovado, as agremiações Garras de Águia, Unidos do Chatão, Garotos do Samba, Tabajara e Acadêmicos do Samba teriam o direito a receber, cada uma, R$ 200 mil para que possam se organizar para realizar os desfiles no carnaval do ano que vem.

Na exposição de motivos da proposta, a secretária Municipal de Cultura e Turismo, Mônica Debs, justifica que a parceira com as organizações é de interesse ao Município, pois o Carnaval é a maior festa popular do país e movimenta bens e serviços com a fabricação de materiais e confecção de fantasias e adereços.

Por meio das redes sociais, leitores do Diário se posicionaram contra a aprovação da proposta. Um deles classificou o projeto como absurdo. “Que absurdo, dinheiro jogado fora. Enquanto isso as UAIs e postinhos de saúde com falta de medicamentos e uma estrutura precária. Que palhaçada isso. Usem o dinheiro pra construir estradas. Tapar buracos nas ruas fazer melhorias que são muito mais úteis pra todos”,  argumentou.

Outra leitora também fez uma declaração negativa. “Sem lógica, que absurdo, tantas outras coisas que precisam de melhorias na cidade, principalmente na saúde e na educação”, disse.


O Diário procurou a Prefeitura de Uberlândia para comentar sobre a proposta encaminhada ao Legislativo. Por meio de nota, a Secretaria de Cultura e Turismo disse que o Município está se preparando para a possibilidade de celebrar o Carnaval 2022. Afirmou também que estas comemorações dependerão da situação da época, das restrições impostas pela pandemia de Covid-19, das deliberações do Núcleo Estratégico do Comitê de Enfrentamento à Covid-19.

A Secretaria esclareceu ainda que, caso seja possível a realização do Carnaval, a liberação da verba também dependerá da documentação e situação legal das Escolas de Samba, assim como da apresentação de seus Planos de Trabalho.

VEJA TAMBÉM:

Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »