07/10/2021 às 13h20min - Atualizada em 07/10/2021 às 13h20min

Mais de três mil contribuintes caíram na malha fina do IR 2021 em Uberlândia

Quem não teve a declaração aceita deve verificar a situação para retificá-la ou contestar a decisão para não ser multado

LORENA BARBOSA
Número representa quase 1,8% das 177.500 declarações entregues no município | Foto: DIVULGAÇÃO
Segundo dados da Receita Federal, pequenos erros durante a declaração do Imposto de Renda 2021 fizeram com que 3.159 contribuintes de Uberlândia caíssem na malha fina. O número representa quase 1,8% das 177.500 declarações entregues no município. Porcentagem que se repete nas cidades da região que fazem parte da delegacia regional da Receita Federal de Uberlândia. Nesse total, 9.498 das 532.953 declarações realizadas apontaram divergências.
 
Segundo o supervisor do Imposto de Renda em Uberlândia, André Reis, os motivos que fazem com que as pessoas caiam na malha fina na cidade são semelhantes às causas no restante do país.
 
“O que mais retém as declarações é omissão de rendimentos, principalmente quando se envolve dependentes. É preciso tomar cuidados, como verificar os dependentes. Muita gente declara a pensão e não indica os filhos, que são os beneficiários, e sim a mãe. Isso faz com que a declaração caia em malha”, destacou André.


Em termos percentuais, os números de declarações em malha fina na cidade são menores do que no último ano, segundo o supervisor da Receita. O contribuinte que estiver nessa situação tem cerca de um ano para identificar quais são as pendências ou questionar os motivos que a declaração não foi aprovada.
 
“É possível retificar o que estiver errado, ou, em alguns casos, apresentar os documentos e comprovantes que mostram que a declaração está correta. Basta entrar no portal da Receita, e-CAC e verificar a situação.”, explicou Reis.
 
Caso o contribuinte perca esse prazo e a Receita o notifique, não é mais possível retificar a declaração. A multa para essa pessoa é de 75% sobre o imposto devido. Em situações em que a fraude ou sonegação é confirmada, a multa passa a ser de 150% e o caso passa a ser investigado e encaminhado à justiça.

VEJA TAMBÉM:

Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »