20/09/2021 às 09h00min - Atualizada em 20/09/2021 às 09h00min

Setor de eventos corporativos e turismo de negócios registra crescimento significativo em Uberlândia

Cidade é considerada ponto logístico para negócios e eventos ligados a ciência e tecnologia; CDL registrou aumento de 30% na procura por eventos corporativos

GABRIELE LEÃO
Com deliberação do comitê, eventos corporativos estão liberados para até 400 pessoas | Foto: ACERVO CDL/DIVULGAÇÃO
Com o avanço da vacinação contra a Covid-19, Uberlândia tem mostrado aquecimento no ramo turístico de negócios e de eventos corporativos. O setor, que foi um dos mais impactados pela pandemia, voltou a crescer e empresas do município apontam um aumento significativo na procura pelo turismo de negócios nos últimos meses.

Meire Barreto é coordenadora de eventos na Câmara de Dirigentes Lojistas de Uberlândia (CDL) e a instituição já registrou crescimento de 30% na procura por eventos sociais e corporativos. Na pandemia, o setor que atuou de forma mais limitada, agora tem mais liberdade para oferecer os serviços, já que a deliberação do Comitê Municipal de Enfrentamento da Covid-19 liberou eventos sociais para 400 pessoas em agosto.

Desde então, a agenda da CDL já conta com mais de 28 eventos agendados até dezembro, entre, palestras, workshops, treinamentos, convenções e eventos culturais.

“Fomos um dos primeiros a parar na pandemia e isso impactou a rotina de todos, mas com mais de 700 mil pessoas vacinadas e com a reabertura do comércio, Uberlândia tem aquecido no ramo empresarial. A CDL atende eventos da própria empresa e de outras, e além do município recebemos empresas de outras regiões, entre Belo Horizonte, São Paulo, Rio de Janeiro, e cidades do Triângulo Mineiro”, comentou.

HOTELARIA
Pedro Paulo Schwindt é dono de um hotel na cidade  e presidente do Visite Uberlândia, entidade que trabalha a favor do turismo no município. Segundo ele, o setor de hotelaria sofreu grandes impactos com a pandemia, mas, recentemente, voltou a apontar crescimento com o avanço da vacinação.

“Uberlândia é um ponto logístico e com a pandemia tivemos cortes significativos, como número de voos e redução de mais de 400 quartos de hotel na cidade”, comentou.


Pedro disse ainda que o movimento está crescendo gradativamente. “Temos percebido que as pessoas que fazem negócios na região têm visitado Uberlândia com mais frequência. Além de receber um grande público do setor da construção civil, a cidade também recebe muitos visitantes para congressos, palestras, workshops e eventos relacionados à ciência e saúde. Esse público também está mais receptivo para eventos presenciais, pois houve a diminuição do número de casos de coronavírus”, explicou.

VOOS
Segundo dados da Infraero, a quantidade de voos para Uberlândia teve um aumento de cerca de 40% nos últimos meses. Foram 50.958 voos e decolagens registrados no mês de julho. No mesmo período do ano passado, o número chegou a 11.928.

O município está entre as 30 cidades mais populosas do país com melhores condições para empreender. Quando considerados os municípios do interior, a cidade aparece em 13º lugar. Em Minas Gerais, fica atrás apenas da capital, Belo Horizonte. Essa é a conclusão do Índice de Cidades Empreendedoras (ICE).

VEJA TAMBÉM:


 

Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »