17/09/2021 às 09h12min - Atualizada em 17/09/2021 às 09h12min

Temperaturas elevadas proporcionam aumento no movimento de sorveterias e clubes em Uberlândia

Empresário precisou contratar mais funcionários para conseguir atender aos clientes; temperatura continua alta pelo restante da semana e pode chegar a 37ºC

LORENA BARBOSA
Dono de sorveteria precisou contratar mais funcionários para dar conta dos atendimentos | Foto: DIVULGAÇÃO
De acordo com a Estação Meteorológica do campus Santa Mônica da Universidade Federal Uberlândia (UFU), o mês de setembro vem registrando altas temperaturas e a previsão é que os termômetros cheguem a 37ºC nos próximos dias. Com o calor intenso, o interesse da população por locais que tragam sensação de frescor cresceu nas últimas semanas. Como consequência, o movimento em sorveterias e clubes aumentou bastante.
 
Adilson Marcio Baranceli é proprietário de um estabelecimento que vende sorvetes e picolés no atacado. Ele viu o movimento dobrar em relação às duas semanas anteriores. O empresário que antes estava vendendo uma média de 700 engradados de sorvete por dia, passou a vender 1300. Um bom número para o negócio que foi aberto em agosto.
 
“Quando a gente começou tínhamos três funcionários. Devido ao movimento que vem subindo, eu tô com sete. Provavelmente eu vou passar para nove. A expectativa é contratar mais dois”, contou o Baranceli.
 
Outro refúgio para essa época de calor intenso são os clubes. Odomires Mendes de Paulo, presidente do Tangará, explicou que os associados que estavam afastados por causa da pandemia têm voltado a frequentar as instalações de forma gradativa. Disse ainda que na última semana houve um movimento maior por conta do calor. Segundo ele, 50% dos sócios voltaram a utilizar as piscinas e a expectativa é que até o fim do mês 100% dos associados voltem a frequentar as dependências do clube.
 
Por causa da Covid-19 o lugar funciona com algumas restrições. Sauna, jogos coletivos e churrasco no bosque ainda não estão liberados. “A gente não tá fazendo nada que provoque aglomeração. Por exemplo, tem música ao vivo, mas não pode dançar. Existem algumas exigências para a proteção do próprio associado”, contou o presidente.
 
Ainda de acordo com Odomires, todas as normas de biossegurança estão sendo seguidas para que os sócios possam voltar a frequentar o clube e se refrescar com toda a segurança.


 
TEMPERATURAS ELEVADAS
De acordo com o climatologista, Lanzoerques Júnior, a maior temperatura do ano registrada pela Estação Meteorológica foi no dia 7 de setembro, às 16h, quando os termômetros marcaram 36,6º.
 
Ainda segundo Júnior, nos próximos dias do mês o tempo deve continuar quente e seco. As temperaturas vão variar entre 34º e 36º, mesmo com o clima nublado que deve persistir em Uberlândia até a próxima sexta-feira (17).
 
No fim de semana a previsão é de céu limpo e muito calor. Um novo pico deve ser atingido na próxima segunda-feira (20) ou terça-feira (21), quando os termômetros podem marcar 37,5º.
 
CHUVA
Ainda conforme dito por Lanzoerques Júnior, existe a previsão de que uma chuva chegue em Uberlândia na quarta-feira (22), trazendo uma mudança climática na região. Com o fim da estiagem vai ser possível notar uma melhora na umidade, na temperatura e na qualidade do ar.
 
“O clima aqui na região tende a se firmar na segunda quinzena de outubro. Em alguns anos, por influência de fenômenos como El Niño e de La Niña, esse período pode antecipar ou retardar”, explicou.
 
 

Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »