13/09/2021 às 15h38min - Atualizada em 13/09/2021 às 15h38min

Polícia Civil recupera parte de dinheiro furtado em residência no bairro Morada da Colina

Policiais conseguiram reaver R$18,7 mil e uma motocicleta; dois suspeitos foram indiciados

DA REDAÇÃO
Motocicleta, avaliada em R$ 8 mil, foi adquirida com parte do dinheiro furtado I Foto: DIVULGAÇÃO/PCMG
A Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) recuperou na sexta-feira (10) um montante de R$ 18.700,00 de um total estimado em R$ 70.000,00 em dinheiro furtado em Uberlândia no início de setembro. O crime aconteceu na residência de um médico, de 52 anos, em um condomínio de luxo no bairro Morada da Colina. Dois suspeitos foram identificados e indiciados pelo crime.
 
A PC recuperou uma motocicleta, avaliada em R$ 8 mil, adquirida com parte do dinheiro furtado, foi apreendida na ação. O proprietário da residência e familiares estavam viajando e havia somente dois empregados na casa. Segundo a polícia, havia marceneiros trabalhando na residência e dois deles teriam descoberto um cofre guardado em um dos cômodos. Eles esconderam o objeto em um saco de lixo e saíram do imóvel, ao término do serviço. Quando a vítima voltou da viagem, na quarta-feira (8), descobriu o furto.
 
“Estamos apurando se há mais envolvidos no crime”, disse o delegado Luiz Fernando Lançoni. Logo após serem avisados do furto, os policiais iniciaram a investigação e chegaram ao primeiro suspeito, um rapaz de 18 anos que confessou ter praticado o crime e disse ter comprado uma motocicleta com parte do dinheiro e devolveu o bem. Já o outro envolvido foi preso numa outra diligência feita em conjunto com a Polícia Civil de Buritizeiro.


De acordo com o delegado Luiz Fernando Lançoni, o segundo investigado tinha fugido de Uberlândia com destino a Alagoas levando parte do dinheiro. Assim que os policiais civis uberlandenses obtiveram essa pista, avisaram a delegacia daquela cidade e, coincidentemente, após uma conversa entre as partes, durante uma diligência, um homem com as mesmas características do foragido foi visto em um posto de combustível. Ele foi abordado e com ele havia uma parte do valor roubado. Policiais uberlandenses foram a Buritizeiro para apreender o dinheiro.
 
O delegado salientou que o êxito da investigação foi possível graças ao apoio que a polícia uberlandense recebeu da delegacia de polícia de Buritizeiro. “Fica aqui registrado o agradecimento e nosso elogio a toda equipe da delegada que, prontamente, nos auxiliou”, registrou Luiz Fernando, referindo-se à delegada Thais Guimarães Vilela Gomes da Rocha e aos investigadores Naiara Barros e Áquila Silva Martins. De acordo com o delegado, os suspeitos vão responder por furto qualificado com concurso de pessoas e destruição de obstáculo. Ambos vão responder em liberdade por terem sido descobertos já fora de flagrante.

VEJA TAMBÉM:

Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »