16/07/2021 às 16h00min - Atualizada em 16/07/2021 às 16h00min

Procuradoria da Mulher é implementada na Câmara

Vereadora Cláudia Guerra foi nomeada procuradora junto com mais três adjuntas

SÍLVIO AZEVEDO
Vereadora Cláudia Guerra foi nomeada Procuradora da Mulher na Câmara I Foto: Aline Rezende/CMU
Na última sessão de julho da Câmara Municipal de Uberlândia, nesta sexta-feira (16), o presidente da Casa, Sérgio do Bom Preço (PP), suspendeu as atividades para a nomeação da Procuradoria Especial da Mulher. Foram nomeadas como procuradora a vereadora Claudia Guerra (PDT) e as três procuradoras adjuntas: Tais Andrade (PV), Dandara (PT) e Gilvan Masferrer (DC).
 
O projeto de criação da Procuradoria da Mulher foi aprovado no início de 2017, porém nunca haviam sido nomeados membros para a composição. A iniciativa tem como objetivo principal destacar a representatividade feminina na Casa, além de acompanhar os programas municipais, receber denúncias de discriminação e violência e cooperar na promoção dos direitos da mulher.
 
“Estamos dando vozes, caras, corpos e vida à Procuradoria da Mulher da Câmara Municipal. Hoje é dia de celebrar mais uma conquista para a nossa cidade, renovar o compromisso dessa Casa na promoção da autonomia e direitos das mulheres, da igualdade e da democracia. Gostaria de agradecer a todas que participaram diretamente com a construção do dia de hoje. Agradecendo ao senhor presidente, Sérgio do Bom Preço, e a vice-presidente, Gláucia da Saúde (PSDB). Muito obrigado por todo seu empenho e parceria para que a efetivação desse projeto acontecesse hoje”, disse Cláudia Guerra.
 
A nomeação da composição da Procuradoria Especial da Mulher é de responsabilidade do Presidente da Câmara Municipal de Uberlândia e muda a cada início de legislatura, de dois em dois anos.
 
“A procuradoria da mulher é resultado da luta histórica de mulheres, representada hoje por mulheres plurais, eu, juntamente com as colegas vereadoras e subprocuradoras Tais, Dandara e Gilvan, nós estamos a serviço de todas as mulheres da nossa cidade, pois garantir a promoção de direitos muda a vida das mulheres, e mudar a vida das mulheres é mudar todas as vidas. ‘A mulher dentro de cada um não quer mais silêncio’. Que essa procuradoria seja um espaço em que todas as vozes possam ser acolhidas”, finalizou a, agora, Procuradora da Mulher.

Quem também destacou a importância da nomeação foi a vice-presidente, Gláucia da Saúde. “Neste momento veio se efetivar a Procuradoria da Mulher. Quero parabenizar as vereadoras aqui da Casa, principalmente, a Cláudia Guerra, que é uma lutadora. Também, todos os vereadores que têm uma responsabilidade muito grande com as causas da nossa cidade”.
 
PAUTA DO DIA
Retornada a sessão ordinária de julho, foram votados e aprovados em segunda discussão os três projetos do Executivo que destinavam verba de mais de R$ 2,2 milhões para Organizações da Sociedade Civil (OSC) que atuam nas áreas de educação, saúde e assistência social. Agora os projetos serão publicados no O Legislativo para ser sancionado pelo prefeito Odelmo Leão (PP).
 

Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »