06/06/2021 às 08h00min - Atualizada em 06/06/2021 às 08h00min

Mês de junho traz início do período da estiagem e acende alerta sobre economia de energia

Primeiros meses do ano registraram chuvas abaixo da média em Uberlândia; Cemig alerta consumidores sobre consumo consciente

BRUNA MERLIN
Cemig orienta consumo consciente, principalmente nesta época do ano | Foto: Agência Brasil
O mês de junho traz o início do período de estiagem em Uberlândia. Junto a ele vem o alerta sobre a economia de energia já que a cidade registrou chuvas abaixo da média durante os primeiros meses do ano e muitas hidrelétricas registram baixo nível de água nos reservatórios.  

Segundo o climatologista William César Borges, o período de estiagem dura cerca de três meses, começando com a aproximação do inverno no mês de junho e finalizando com a chegada da primavera em setembro. Para ele, a situação da seca neste ano é muito preocupante e deverá ser mais significativa do que em 2020. 

“Foram registradas poucas precipitações para os meses mais chuvosos do ano como janeiro e fevereiro. A captação de chuva foi pouca e é preocupante quando pensamos que a seca persistirá por mais três meses”, explicou. 

Ainda de acordo com William, os rios que compõem as usinas hidrelétricas do país vêm sofrendo uma seca relevante há cerca de dois anos. Mesmo com chuvas acima da média em alguns meses, como, por exemplo, dezembro, ainda não é suficiente para o período de estiagem. 

“Podem ocorrer chuvas em alguns dias desse período, mas não são tão expressivas e não são suficientes para acabar com o tempo seco”, complementou. 

CEMIG

Além do tempo seco, o mês de junho abre as portas para o frio que é típico do inverno. Em razão disso, a Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig) emitiu um alerta para que a população de Uberlândia e região consuma energia de forma consciente no decorrer dos próximos meses.

Segundo o engenheiro de Eficiência Energética da Cemig, Thiago Douglas Ribeiro Batista, os clientes devem ter uma atenção especial ao chuveiro elétrico. Em função da sua elevada potência, esse equipamento pode representar até 30% da fatura de energia. 

“Como está mais frio e as pessoas tendem a utilizar o chuveiro em sua potência máxima, a melhor forma de economizar é reduzindo o tempo de banho. Como o consumo deste equipamento é muito representativo, uma redução no tempo de uso trará uma economia significativa”, afirmou.

Outro equipamento que merece atenção é a geladeira. Geralmente ele é o segundo equipamento que mais consome energia em uma residência devido ao ato de abrir e fechar ao longo do dia. “É muito importante lembrar que alimentos ainda quentes não devem ser armazenados no eletrodoméstico, pois isso sobrecarrega o aparelho e consequentemente aumenta o consumo. É necessário verificar as borrachas de vedação da porta, pois se elas não estão boas o ar da geladeira irá sair. Cuidados como esses podem colaborar para a economia no final do mês” reforçou. 

Como muitas pessoas ainda estão no sistema de home office, as famílias precisam ficar atentas ao consumo de computadores e periféricos. Ao se ausentar por curto período de tempo, o monitor deve ser desligado. Outros componentes, como impressoras e caixas de som também devem ficar desligados, quando o computador não estiver sendo utilizado. 

Por fim, o engenheiro explicou que a eletricidade consumida pelos aparelhos eletrônicos em stand-by (modo de espera) pode representar até 15% de consumo.  “Equipamentos, como receptores de TV por assinatura, computadores e aparelhos de televisão, dentre outros, que costumam ficar ligados em modo de stand-by 24 horas por dia, elevam o valor da conta no final do mês. Para economizar, é necessário que o consumidor retire o equipamento da tomada”, finalizou Batista.

VEJA TAMBÉM


Boletim registra 4 mortes e 224 novos casos da covid-19 em Uberlândia
Estagiários de Medicina e Odontologia e profissionais da Psicologia reivindicam a vacinação em Uberlândia
Livro sobre perspectivas do desenvolvimento em Uberlândia será lançado em evento virtual

Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »