31/05/2021 às 15h30min - Atualizada em 31/05/2021 às 15h30min

Manifestantes protestam contra o presidente Bolsonaro nas ruas de Uberlândia

Além de pedirem o impeachment do presidente, os participantes solicitaram o retorno do auxílio emergencial de R$ 600, emprego e mais vacinas contra a Covid-19

FERNANDO NATÁLIO
Manifestação movimentou as principais vias do centro de Uberlândia I Foto: Raul de Oliveira Neto/Divulgação
Assim como ocorreu em dezenas de cidades mineiras, o protesto em Uberlândia contra o presidente Jair Bolsonaro reuniu moradores insatisfeitos com a gestão do governo atual. Segundo organizadores do ato no município, mais de 4 mil pessoas participaram da manifestação, que movimentou as principais vias do centro no último sábado (29).

Nos protestos realizados em Uberlândia e no restante do país, além de pedirem o impeachment do presidente, os manifestantes pediram o retorno do auxílio emergencial de R$ 600, emprego, controle de preços e mais vacinas contra a Covid-19. A forma como o presidente tem lidado com a pandemia do coronavírus tem sido alvo de constantes reclamações de diferentes setores da sociedade brasileira.

Segundo o fotógrafo Raul de Oliveira Neto, que participou da manifestação em Uberlândia, as pessoas não aguentam mais o descaso do Presidente da República com a população. “Primeiro, tantas mortes, que poderiam te sido evitadas se ele tivesse assinado as compras das vacinas antes. Também é nítida tamanha pobreza. As pessoas estão passando fome, tem desemprego. É só dar uma volta pelas ruas de Uberlândia e ver o aumento do número de pedintes nos semáforos”, observou.

Ainda de acordo com o manifestante Raul de Oliveira Neto, os protestos também são contra as ações do presidente que ignoram as graves crises econômica e sanitária que o país vive, com mais de 450 mil vítimas da Covid-19 e 14,4 milhões de desempregados, segundo os dados mais recentes divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) no fim de abril. “As pessoas estão pedindo socorro, mas o principal líder político do Brasil, que é o Bolsonaro, prefere ter o ego massageado fazendo cavalgada, entre outras aglomerações, do que dar a mão para os brasileiros e brasileiras”, criticou.

PROTESTOS NO PAÍS
Todos os estados brasileiros e o Distrito Federal registraram manifestações contra o governo Bolsonaro no sábado (29). Os atos repercutiram no mundo todo, sendo noticiados por diversos veículos internacionais, como o britânico The Guardian, o francês Le Monde e o espanhol El País.


VEJA TAMBÉM:
Prefeitura protocola pedido para TJMG reconsiderar sobre retorno às aulas presenciais em Uberlândia

Outono/inverno conta com Campanha do agasalho promovida pela Prefeitura em Uberlândia

 

Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »