24/05/2021 às 10h56min - Atualizada em 24/05/2021 às 10h56min

Uberlândia recebe 3.510 doses da vacina da Pfizer

Este é o primeiro lote do imunizante destinado à região de abrangência da Superintendência Regional de Saúde

FERNANDO NATÁLIO

A Superintendência Regional de Saúde de Uberlândia recebeu, na manhã desta segunda-feira (24), o primeiro lote de vacinas da Pfizer/BioNTech destinado à região de sua abrangência, que conta com 18 municípios. Os imunizantes, enviados pelo Governo do Estado de Minas Gerais, chegaram no Aeroporto Tenente-Coronel-Aviador Cesar Bombonato por volta de 10h10. Foram destinadas 3.510 doses para Uberlândia.
 

Apenas três cidades da Regional estão aptas a participar da segunda etapa de introdução/expansão desta vacina: além de Uberlândia, foram contempladas Araguari e Patrocínio, com 1.170 doses reservadas para cada uma delas.
 

Segundo o superintendente regional de saúde de Uberlândia, Marcelo José Pires Ferreira, somente os municípios da jurisdição da Regional que têm mais de 79 mil habitantes receberam a vacina da Pfizer neste momento. 
 

Na última semana, profissionais da Vigilância Epidemiológica e do Programa de Imunização da Prefeitura de Uberlândia receberam treinamento referente ao recebimento das doses desse imunizante. A preparação online foi promovida pela Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG), e as recomendações foram repassadas pela líder da área médica de vacinas da Pfizer no Brasil, Júlia Spinardi.  No treinamento, foram repassadas informações sobre como será a logística de recebimento para as doses.
 

Segundo informou, na última semana, a coordenadora do Programa de Imunização, Claubia de Oliveira, umas das recomendações técnicas é de que, após o descongelamento, as vacinas podem ser mantidas no refrigerador em temperaturas que variam entre 2ºC a 8ºC, com frasco fechado, por no máximo, cinco dias. “Temos estrutura e equipes suficientes para atender a este critério, já que nossa capacidade é de vacinar mais de quatro mil pessoas por dia”, disse.  
 

A vacina da Pfizer precisa ser estocada em baixas temperaturas para preservar a sensibilidade da molécula de RNA, que só se mantém estável e efetiva nas condições de congelamento. Para atender essa condição, o município de Uberlândia tem dois ultrafreezers que permitem a manutenção de uma temperatura de até -86º C. 


VEJA TAMBÉM:

 

 
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »