18/03/2021 às 10h47min - Atualizada em 18/03/2021 às 10h47min

Câmara tem R$ 300 mil retirados da conta bancária após golpe de cheque falso

Dinheiro foi destinado a uma conta desconhecida de São Paulo; recurso já foi estornado para o Legislativo municipal e Polícia Civil investigará crime de estelionato

DA REDAÇÃO
A Polícia Civil irá investigar um crime de estelionato cometido contra a Câmara Municipal de Uberlândia. Cerca de R$ 300 mil foram retirados da conta bancária da Casa através de uma folha de cheque falsa.

Segundo informações do ordenador de despesas da Câmara, vereador Leandro Neves, a Caixa entrou em contato com o setor de finanças do Legislativo municipal, na última terça-feira (16), informando que um cheque fraudado havia sido utilizado e o dinheiro foi repassado para uma conta em São Paulo.

“O cheque estava assinado por uma pessoa desconhecida e que não tem nenhuma relação com o departamento de finanças e com a Câmara. Além disso, a numeração da folha utilizada é superior a última que utilizamos, sendo assim, a sequência não bate”, disse.

Ainda de acordo com Neves, os criminosos utilizaram o cheque com a justificativa de pagamento de insumos utilizados contra a Covid-19 como, por exemplo, cápsulas respiratórias. “A Câmara não é autorizada a fazer esse tipo de compra, o que comprova a ação fraudulenta”, ressaltou o vereador.

O ordenador de despesas esclareceu ainda que todo o recurso já foi estornado à conta da Casa. Conforme dito por ele, a Câmara não sofreu nenhum prejuízo com o golpe.

“Já tivemos outras situações como essas em outros anos. São criminosos que, de alguma forma, pegam os dados e aplicam o golpe”, complementou.

Por fim, Neves informou que foi registrado um Boletim de Ocorrência e o caso está nas mãos da Polícia Civil para investigações.


VEJA TAMBÉM:
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »