24/02/2021 às 13h10min - Atualizada em 24/02/2021 às 13h10min

HC-UFU confirma abertura de sete novos leitos de UTI até 1° de março

Hospital passará a ter 32 unidades destinadas à Covid-19; superintendente garantiu a chegada de profissionais emergenciais ao local e uma nova ala para atendimento

IGOR MARTINS

O Hospital de Clínicas da Universidade Federal de Uberlândia (HC-UFU) confirmou, em live realizada na manhã desta quarta-feira (24), que sete novos leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) serão abertos até 1º de março na unidade. A medida já havia sido confirmada pelo Colegiado Executivo e pelo Comitê do hospital na última semana, após o anúncio da reorganização emergencial para atendimento à Covid-19.

Segundo o superintendente do HC-UFU, Nilton Pereira Júnior, a reorganização do hospital fará com que a quantidade total de leitos destinados à enfermidade salte de 50 para 122, considerando os leitos de UTI, enfermaria e de pronto socorro. Durante seu pronunciamento, ele confirmou que mais nove unidades de terapia intensiva foram abertas no hospital na terça-feira (23). Com a abertura destes nove leitos que já ocorreu e os sete novos que começarão a funcionar até o início de março, o HC-UFU passará a contar com 32 UTIs destinadas à Covid.

“Dos nove leitos, nós recebemos o transporte de quatro pacientes que já estavam em Uberlândia. Três deles são da nossa região, que abrange os 27 municípios do Triângulo Norte. Além disso, os outros dois pacientes que estão internados nos novos leitos de UTI estavam no nosso pronto socorro”, disse.

De acordo com o superintendente, o aumento de leitos no HC-UFU é reflexo da alta demanda de pacientes que estão contaminados com o vírus na região. O último boletim epidemiológico da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), divulgado na terça=feira (23), apontou 529 novos casos e mais 15 óbitos pela Covid na cidade. Com a atualização, Uberlândia chegou à marca de 1 mil mortes pela doença.
 
EFEITO DAS MEDIDAS RESTRITIVAS
Segundo Nilton Pereira Júnior, as políticas e ações tomadas pela Prefeitura de Uberlândia surtiram efeito na procura pelo HC-UFU nos últimos dias. O superintendente afirmou que, no dia a dia, a unidade de Pronto Socorro do hospital funciona acima de 100% em casos de acidentes, infartos, derrames e problemas clínicos em geral. Com a diminuição na circulação social, a situação mudou.

“Até semana passada, 80% dos leitos de UTI demandados vinham de casos gerais, oncológicos, traumas e infartos. Isso mudou drasticamente de uma semana para cá. Hoje, mais de 70% da demanda é de Covid. O aumento do isolamento social já tem sido refletido na prática no nosso pronto socorro”, detalhou o superintendente.

Outro ponto que contribuiu para um maior atendimento a pacientes com sintomas do coronavírus passa pela suspensão das cirurgias eletivas no HC-UFU. Segundo Pereira Júnior, a medida contribuiu para a realocação de profissionais da saúde para o setor da Covid-19. Na live, o superintendente garantiu que as cirurgias de maior complexidade continuarão sendo executadas dentro do hospital.

“Para atender a demanda da Covid-19, é importante suspender as cirurgias eletivas. Mas o HC-UFU não parou de fazer cirurgias cardíacas e oncológicas, as mais importantes. Todos os pacientes com câncer que precisam ser operados estão com suas cirurgias marcadas. Elas estão ocorrendo. A maior demanda do nosso hospital continua sendo atender pacientes de urgência e emergência”, explicou.
 
CONTRATAÇÕES EMERGENCIAIS
Ainda durante a live, Nilton Pereira Júnior confirmou que novos profissionais chegarão ao HC-UFU pelo concurso publico emergencial da Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh). Segundo o superintendente, os servidores da saúde auxiliarão no combate à Covid-19, principalmente em uma nova ala que foi realocada dentro do hospital.

De acordo com o médico, os 52 leitos de enfermaria anteriormente destinados à clínica médica, cardiologia, endocrinologia e neurologia foi realocada para atender exclusivamente a pacientes que estiverem com a Covid-19. “Conseguiremos ocupar toda essa enfermaria com os nossos servidores e com os outros que estão chegando por meio do concurso”, detalhou Júnior.



VEJA TAMBÉM:

Prefeitura confirma nova variante da Covid-19 em Uberlândia

Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »