13/11/2020 às 14h54min - Atualizada em 13/11/2020 às 14h54min

​Comércio de Uberlândia já se prepara para a Black Friday

Lojistas apostam na data para retomar crescimento freado pela pandemia da Covid-19

DHIEGO BORGES
Loja de presentes aposta em vale-descontos e brindes para clientes | Foto: Paper Store/Divulgação
A pouco mais de duas semanas para a Black Friday, os lojistas se preparam para uma das mais representativas datas para o comércio. Apesar da pandemia, em Uberlândia, empresas estão otimistas com a possibilidade de alavancar as vendas e diminuir o impacto causado pela crise do novo coronavírus. 

Segundo um levantamento da Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABComm) com a consultoria Ebit/Nielsen, a projeção de crescimento nas vendas para 2020 no país é de 27% em relação ao ano anterior. Com foco no e-commerce, que promete ser o principal canal escolhido para as compras, em Uberlândia, a Multivisi antecipou as promoções. De acordo com o gerente de vendas, Michell Dornelo, a expectativa de crescimento das vendas é de 40% em relação a 2019. 

“Todo ano a gente consegue perceber um resultado bastante expressivo, trabalhamos com o marketing antecipado com o mês todo em promoção. No dia da Black Friday verificamos um aumento de 50% nas vendas em relação a dias comuns e de 30% a mais no faturamento em comparação a um mês normal”, destacou.

A empresa, que atua com venda de equipamentos gráficos e outras ferramentas, adotou como estratégia a redução dos preços com descontos que podem chegar a 15% no período. A preparação começou ainda em agosto, com a contratação de 12 novos profissionais para reforçar a equipe e conseguir atender à demanda.  

Para as lojas físicas, a expectativa também é positiva. De acordo com uma pesquisa divulgada pela Associação Brasileira de Shopping Centers (Abrasce), 95% dos shoppings em todo o país esperam por um aumento de 18% no fluxo de visitantes durante a Black Friday. No levantamento feito pela Abrasce, o tíquete médio esperado para a data é de aproximadamente R$ 300.

Dono de três lojas localizadas em shoppings centers, sendo duas em Uberlândia e uma em Ribeirão Preto (SP), o empresário Felipe Rodrigues está apostando na data para voltar a alavancar as vendas da loja de presentes e decorações Paper Store. Para a Black Friday, a marca, que também mantém uma loja online, prepara descontos que podem chegar a 60%. 

De acordo com o proprietário, além dos descontos, a loja vai oferecer vale desconto, de até 15%, que poderá ser utilizados em dezembro pelos clientes que adquirirem produtos da marca durante a Black Friday. A expectativa, segundo Felipe, é empatar com o ano anterior. Em 2019, a data foi responsável por 70% a mais no faturamento, comparado a um mês comum. 

 
“A ideia é ter brindes e descontos, serão vales sortidos, onde o cliente ganha um brinde ao adquirir novos produtos durante o mês de dezembro. Todos os consumidores que fizerem as compras durante a Black Friday vão receber o vale desconto”, explicou Felipe Rodrigues.  

E-commerce local espera crescimento em torno de 40% | Foto: Multivisi/Divulgação

SHOPPING ORIENTA LOJISTAS
Os centros de compras também estão de olho na data. Em Uberlândia, as lojas do Center Shopping terão descontos que podem chegar a 70%. A Black Friday começa na sexta-feira do dia 27 e segue até sábado (28).

Por conta das medidas de biossegurança, o shopping não vai promover a ação das tradicionais barraquinhas, onde os produtos com maior desconto ficavam expostos do lado de fora das lojas durante a ação promocional, como explica a gerente de marketing, Larissa Zilioli. 

 
"Estamos tomando todas as medidas de segurança necessárias diante da situação de pandemia, assim como fizemos deste o início, principalmente para evitar aglomerações. Na Black Friday, por exemplo, não teremos as barraquinhas externas com produtos em promoção, justamente para evitar um acúmulo de pessoas ao redor. Além disso, faremos uma reunião com os lojistas em que será reforçado que, além das medidas do shopping, todos precisam continuar atentos ao cumprimento das medidas já amplamente conhecidas e que estão sendo praticadas”, destacou. 

Neste ano, por conta do decreto municipal, também não haverá horário de funcionamento estendido. A gerente de marketing lembra ainda que não será permitido o acesso ao shopping sem o uso de máscaras. A aferição de temperatura continua sendo realizada em todas as entradas do Shopping, que também conta com tapetes sanitizantes e disponibiliza aos consumidores álcool e gel. 

Para garantir o distanciamento, as lojas com maior movimento terão espaçador e controle de fluxo. Se não houver nova deliberação do Comitê de Enfrentamento à Covid-19 até a data da Black Friday, as lojas e quiosques do Shopping funcionarão das 12h às 20h, na sexta e no sábado da promoção. Já as praças de alimentação, terão funcionamento das 11h às 22h, inclusive no domingo (29). Restaurantes, pizzarias e bares localizados fora das praças de alimentação estarão abertos diariamente, de 11h até 23h. 


 

VEJA TAMBÉM:

Fim de semana das eleições será marcado por pancadas de chuvas em Uberlândia




 

Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »