05/11/2020 às 08h32min - Atualizada em 05/11/2020 às 08h32min

ONG apresenta propostas para proteção do Cerrado

Lista de sugestões está sendo encaminhada a candidatos ao Executivo e Legislativo de Uberlândia e região

DHIEGO BORGES
Uma das propostas é a criação de uma brigada civil no combate a incêndios florestais | Foto: Facebook/Reprodução

O grupo Greenpeace Bioma do Cerrado, junto a Organizações Não Governamentais (ONGs), Defesa Civil, Corpo de Bombeiros e outras entidades da sociedade civil, desenvolveu uma carta aberta com 19 propostas para apresentar aos candidatos a cargos no Legislativo e Executivo que concorrem às eleições deste ano. O objetivo é incentivar a criação de leis e políticas públicas de sustentabilidade e preservação ambiental do Cerrado em Uberlândia e região. 
 
De acordo com o coordenador da ONG, Reynaldo Brito, a finalidade é fazer com que a lista de propostas chegue a todos os candidatos da região, além de outros estados, como São Paulo, Bahia e Goiás, onde a ONG também possui atuação. “É uma forma direta de sistematizar as demandas coletivas, para que os candidatos, uma vez como representantes, possam atuar em ações voltadas para o interesse do povo. Entendemos que as consequências das ações ambientais são expandidas de forma generalizada e as ações de resoluções precisam tomar as mesmas perspectivas”, disse.
 
A carta aberta, segundo o responsável, surgiu dentro do grupo, que tem sede em Araguari (MG), e foi estendida a outras instituições e organizações para uma listagem de sugestões que contribuam com o meio ambiente. Entre as necessidades mais urgentes, são elencadas propostas que vão desde a segurança alimentar e gestão de resíduos sólidos a questões climáticas.
 
Um dos pontos abordados é o combate a queimadas. Entre as soluções apresentadas, está o desenvolvimento de cursos e treinamentos sobre prevenção e combate a incêndios florestais para moradores na zona rural. Outra sugestão é a criação de uma brigada civil para auxiliar o Corpo de Bombeiros em períodos com maior incidência de queimadas.
 
A proteção dos recursos hídricos também é abordada no material. Uma das propostas sugere a criação de um projeto de recuperação de nascentes envolvendo pequenos produtores rurais, que seriam bonificados mediante um apoio na proteção dos mananciais. O grupo também sugere a criação de pequenas barragens na zona rural, distante de leitos de rios e riachos e áreas de proteção ambiental, como forma de segurar a água da chuva e abastecer a região em períodos de seca, além de reutilização em possíveis incêndios.
 
O grupo Greenpeace Bioma do Cerrado nasceu em 2017 a partir de um projeto intitulado Veredas de Plástico, criado em Araguari (MG) para promover a reutilização de material plástico em produtos sustentáveis.
 
Hoje, o projeto também atua em Uberlândia, Ituiutaba e planeja uma expansão para o estado de Goiás. Segundo a coordenação, para 2021 está prevista a inauguração de uma base em Uberlândia, além da implantação do projeto Veredas de Plástico junto com a Universidade Federal de Uberlândia (UFU). As propostas e o trabalho desenvolvido pela ONG podem ser acessados pela página do projeto no Facebook.


VEJA TAMBÉM:

Período da piracema intensifica fiscalizações em rios e comércios de Uberlândia


 


Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »