22/10/2020 às 11h56min - Atualizada em 22/10/2020 às 11h56min

Festa do Congado é realizada sem tradicionais celebrações em Uberlândia

Pandemia impediu comemorações em louvor a Nossa Senhora do Rosário e São Benedito

DHIEGO BORGES
Tradicional desfile teve que ser substituído por carreata​ | Foto: Arquivo Pessoal
Pela primeira vez, em 144 anos de história, a festa do Congado em Uberlândia não pôde ser realizada com as tradicionais celebrações em louvor a Nossa Senhora do Rosário e São Benedito. Por conta da pandemia, neste ano a comemoração foi restrita a terços e novenas virtuais, além de uma carreata no segundo domingo do mês.

Em entrevista ao Diário, o diretor administrativo da Irmandade de Nossa senhora do Rosário e São Benedito, Denilson Nascimento, lamentou o fato, mas destacou que este é um momento de priorizar os cuidados com a segurança das pessoas. “Achamos muito ruim, os envolvidos na celebração ficaram tristes, mas todos estão muito bem conscientes de que a situação vivenciada em todo o país não oferecia condições para realizarmos a nossa festa do modo tradicional”, afirmou. 

A Festa do Congado conta com 24 grupos da irmandade, sendo mais de 20 ternos, e envolve aproximadamente 4.500 pessoas. Neste ano, o desfile dos grupos, que tradicionalmente acontece no segundo domingo de outubro, teve que ser substituído por uma carreata como forma de marcar a celebração. Segundo a organização, o evento teve 230 veículos e percorreu os principais bairros de Uberlândia.  

Outra modificação foram as comemorações iniciais, que envolvem aglomerações, como as visitas aos devotos, reza do terço e eventos beneficentes, realizadas geralmente em julho. Por conta das medidas de distanciamento social, as novenas e terços tiveram que ser realizados de forma virtual com transmissão pelas redes sociais. De acordo com o diretor da Irmandade, as transmissões pelo Facebook alcançaram entre mil e 3,4 mil pessoas. 

VERBA
Em junho, o Diário noticiou que a Prefeitura de Uberlândia havia disponibilizado uma verba no valor de R$ 170 mil para a realização da Festa do Congado deste ano. No anúncio, publicado no Diário Oficial, o Município justificou que mesmo com o enfrentamento à Covid-19, as atividades poderiam ser realizadas em outubro, caso a pandemia estivesse controlada. Do contrário, a destinação da verba poderia não ocorrer. 

Na época, a secretária municipal de Cultura, Mônica Debs, disse à reportagem que o processo de repasse da verba estava sendo antecipado para que, caso a festa se confirmasse, o valor pudesse ser destinado em tempo hábil. “Não podemos aguardar até o mês de outubro para iniciar esse processo que leva tempo, já que é analisado por diversos órgãos da secretaria. E para agilizar, as subvenções estão correndo dentro da Prefeitura, pois tendo a festa o recurso estará disponível para a irmandade”.

Segundo a organização do Congado, com o cancelamento da Festa a verba destinada à celebração fica com a Prefeitura de Uberlândia. O Diário fez novo contato com o Município questionando sobre onde o recurso do Congado deste ano deverá ser aplicado, mas até o fechamento desta edição não obtivemos resposta.

VEJA TAMBÉM:


 
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »