10/04/2020 às 08h48min - Atualizada em 10/04/2020 às 08h48min

Sebrae oferece capacitações gratuitas a empresários durante crise do coronavírus

Gerente da Regional Triângulo do Sebrae fala sobre como novas estratégias podem ajudar a manter o comércio funcionando

DA REDAÇÃO
William Rodrigues de Brito acredita que mundo virtual é um aliado do empreendedor neste período | Foto: Divulgação
Uma pesquisa feita pelo Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae Minas) mostra que os impactos gerados pela pandemia mundial do coronavírus já estão sendo percebidos pelos empresários mineiros. O levantamento aponta que 89% dos empreendimentos de pequeno porte do estado já registram queda no faturamento. Devido à situação, a instituição está oferecendo capacitações gratuitas aos empreendedores sobre oportunidades de reinvenção neste momento de crise.

Segundo o gerente da Regional Triângulo do Sebrae Minas, William Rodrigues de Brito, mais da metade dos donos de pequenos negócios da região pretendem pegar empréstimos para se manterem no mercado. Mas, existem outras soluções para continuar as vendas e conquistar clientes.

“Lançamos várias campanhas, como ‘Em frente Empreendedor!’, ‘Compre do Pequeno’ e estamos ministrando palestras online, oferecendo cursos, e-books, dentre várias outras atividades. Esse é o momento de sair da zona de conforto mais conquistar novas estratégias”, disse ele.

Willian acredita que o mundo virtual é um aliado dos empresários. O atendimento virtual acaba barateando os custos como o de deslocamento, infraestrutura da loja físicas, dentre outros fatores. Além disso, possibilita a não paralisação das vendas.

Os interessados em adquirir os materiais e orientações do Sebrae podem entrar em contato pelo 0800 570 0800 ou através do WhatsApp (31) 9 9822- 8208.

OUTRAS ORIENTAÇÕES
Além de investir em novas estratégias para continuar as vendas, o gerente da Regional Triângulo do Sebrae Minas aconcelha que neste momento o empreendedor deve renegociar com fornecedores seus débitos e, especialmente sempre manter contar com seu contador, advogado e, ser for o caso, até mesmo seu gerente financeiro. “O banco deve ser consultado sobre as linhas crédito disponíveis, além de prazos e taxas. É fundamental atentar para estes detalhes neste período”, orienta Brito.

Ele ainda destaca que o Sebrae ampliou os recursos no Fundo de Aval para Micro e Pequenas Empresas (Fampe).  “Não é uma linha de crédito, mas acesso a garantias eventualmente não disponíveis para o empreendedor de pequenos negócios”, conclui.










 

Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »