20/12/2019 às 17h36min - Atualizada em 20/12/2019 às 17h36min

Reformas do Centro Administrativo de Uberlândia começam no próximo mês

Ordens de serviço para melhorias na sede da Prefeitura, Câmara e Copom foram assinadas nesta sexta-feira (20)

DA REDAÇÃO
Assinaturas foram recolhidas nesta sexta-feira (20) | Foto: PMU/Divulgação
O prefeito de Uberlândia Odelmo Leão assinou, na tarde desta sexta-feira (20), a ordem de serviço para reforma do Centro Administrativo Virgílio Galassi e da Câmara Municipal. Foram anunciados mais de 20 serviços que serão realizados nos dois prédios como adequações de acessibilidade, reforma do telhado, pisos, rodapés, parte elétrica e outros.
 
Inauguradas em 31 de agosto de 1993, as sedes do Executivo e Legislativo municipais já passaram por pequenos reparos ao longo dos 26 anos, mas nunca por uma reforma geral. Situação que tornam necessários os trabalhos. O valor da obra, cerca de R$ 3,9 milhões, foi obtida por meio financiamento junto ao Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG).
 
Além dos serviços citados acima, haverá ainda reforma do revestimento das torres dos blocos I e II da Prefeitura, adequações da rampa do auditório, nova impermeabilização das lajes das duas sedes e instalações sanitárias. A vencedora da licitação, a empresa G.C.E S/A será responsável pelos trabalhos de reforma, com supervisão da Secretaria Municipal de Obras.

A previsão é que o serviço comece a partir do dia 6 de janeiro. O secretário à frente da pasta, Norberto Nunes, informou que todo o planejamento foi feito para não comprometer os trabalhos dos órgãos.

COPOM
Comandante da 9ª RPM, coronel Cláudio Vitor esteve presente na ocasição | Foto: PMU/Divulgação


Na manhã desta sexta (20), também foi assinada mais uma ordem de serviço para as obras de readequação da estrutura e instalações do Centro de Operações da Polícia Militar (Copom). A Prefeitura de Uberlândia irá contribuir com mais de R$ 620 mil oriundo de multas aplicadas durante fiscalização do trânsito.

A iniciativa vai transformar o Copom em um Centro de Operações Integrado. Dessa forma, a estrutura será ampliada para possibilitar o compartilhamento de espaço físico com outros órgãos, como Prefeitura, Polícia Civil e Corpo de Bombeiros, além de adequar o ambiente para o processo de modernização tecnológica pelo qual a 9ª Região da Polícia Militar (RPM) está passando, dentro do projeto Polícia 4.0.

O Polícia 4.0 tem o objetivo de otimizar as atividades exercidas pela PM com o auxílio de tecnologia para automação, troca de dados e internet das coisas. Nesse percurso, os agentes de segurança já contam com a digitalização da rede-rádio, um sistema criptografado e de georreferencimento de posição via satélite para comunicação entre as equipes. Um aplicativo ainda será disponibilizado aos policiais, para terem acesso à central de videomonitoramento para consultas e recebimentos de alertas.

Ainda em parceria com o Município, está em andamento a evolução da central de videomonitoramento a um sistema integrado com solução de reconhecimento facial, que potencializará o projeto “Divisa Segura”, por meio do qual são feitas a vigilância e a fiscalização eletrônicas das principais vias urbanas e rurais, com monitoramento pelos locais de entrada e saída de Uberlândia.







 

Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »