05/08/2019 às 17h19min - Atualizada em 05/08/2019 às 18h45min

Mais três mortes por influenza são confirmadas em Uberlândia

Óbitos foram divulgados nesta segunda-feira (5) pela Secretaria de Estado de Saúde; cidade já tem 25 casos confirmados da doença

DA REDAÇÃO
Mais três mortes por Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) pelo vírus influenza dos subtipos H1N1 e H3N2 foram confirmadas em Uberlândia. De acordo com o Boletim Epidemiológico, divulgado nesta segunda-feira (5) pelo governo estadual, a cidade tem o total de cinco óbitos até o momento.

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) informou que os três óbitos confirmados no novo boletim se tratam de dois homens, de 32 e 60 anos, diagnosticados com o subtipo H1N1. A terceira vítima, por influenza A H3N2, se tratava também de paciente masculino, com 70 anos de idade. 

Ainda de acordo com o levantamento publicado pela Secretaria de Estado de Saúde (SEE), Uberlândia já tem 25 casos de influenza confirmados. No último relatório, o número era de 11 casos.

Já na regional de Saúde, que abrange Uberlândia e outros 17 municípios da região, o número de casos confirmados de SRAG subiu de 164 para 218. Destes, 19 foram confirmados para o subtipo H1N1, cinco por H3N2, três por influenza A não tipável, um por influenza B e o restante por outros vírus respiratórios.

Minas Gerais registrou 2.712 casos de SRAG hospitalizados. Destes, 251 foram confirmados por influenza e o restante por outros vírus respiratórios que estão em investigação laboratorial.

Dos casos confirmados por influenza, 236 foram do tipo A, dois foi do B e 13 não foram tipadas. Entre os vírus A, o subtipo identificado com 85,2% foi a influenza A (H1N1), 7,6% são de influenza A/H3 e 6.4% são de influenza A não subtipável.

Já em relação aos óbitos, até o momento, foram confirmadas 306 mortes por SRAG no estado, sendo 56 com associação à influenza. Os municípios que registram óbitos de SRAG por influenza foram Belo Horizonte (12), Uberlândia (5), Juiz de Fora (3), Minduri (2), Joao Pinheiro (2), Além Paraíba (2), Joao Monlevade (2), Pedralva (2), Prata (1), Três Corações (1), São Francisco de Sales (1), Iturama (1), Campo Belo (1), Carmópolis de Minas (1), Sabará (1), Conselheiro Lafaiete (1), Timóteo (1), Frutal (1), Araçuaí (1), Santo Antonio do Aventureiro (1), Santa Rita de Jacutinga (1), Andrelândia (1), Itaúna (1), Governador Valadares (1), Carrancas (1), Cajuri (1), Córrego do Bom Jesus (1), Lagoa Santa (1), Bom Sucesso (1), Leopoldina (1), Mariana (1).

ÓBITOS
A primeira morte por Influenza em Uberlândia foi confirmada no dia 10 de junho de 2019. A vítima, uma idosa de 61 anos, foi atendida na rede pública de saúde da cidade e diagnosticada com o subtipo H1N1.

O segundo óbito também foi pelo mesmo subtipo. A Secretaria de Estado de Saúde confirmou o fato no dia 8 de julho. Na época, o Município de Uberlândia não repassou informações sobre a vítima, pois, as mesmas ainda estavam sendo levantadas. O Diário cobrou novamente as informações sobre o paciente nesta segunda-feira (5) e a Prefeitura de Uberlândia confirmou que foi um homem de 78 anos, residente de Prata. Como ele foi atendido na rede de saúde da cidade, e acabou falecendo, a morte foi contablizada em Uberlândia.
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »