18/06/2019 às 14h48min - Atualizada em 18/06/2019 às 14h48min

Grávida que sofreu queimaduras durante incêndio em Uberlândia perde o bebê

Informação foi confirmada pelo HC-UFU nesta terça-feira (18); três vítimas seguem internadas na unidade

CAROLINE ALEIXO
Imóvel necessitou de interdição parcial da Defesa Civil; causa do incêndio será investigada | Foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação
A gestante que está internada no Hospital de Clínicas da Universidade Federal de Uberlândia (HC-UFU), após sofrer queimaduras durante um incêndio no bairro Santa Rosa, perdeu o bebê. Ela estava grávida de 30 semanas (aproximadamente sete meses de gestação). A informação foi confirmada pela assessoria da unidade de saúde nesta terça-feira (18).
 
Ainda segundo o hospital, o quadro dela e da vítima que teve 85% do corpo queimado segue grave e com risco de morte. O estado de saúde da idosa permanece estável. A criança de seis anos que também havia sido conduzida para atendimento por ter inalado fumaça recebeu alta ainda nesta segunda.

O incêndio à residência da família foi registrado na manhã de ontem na rua Maria Cristina Castro, na região norte da cidade. A gestante teve queimaduras em 60% do corpo e a idosa nos membros inferiores. As vítimas receberam os primeiros-socorros de vizinhos e foram socorridas em seguida pelo Corpo de Bombeiros.

No interior da casa havia ainda alguns pássaros em gaiolas, que foram atingidos pelo fogo e morreram. A Defesa Civil foi acionada e interditou parcialmente o imóvel. Duas paredes e a laje de um dos quartos necessitaram de interdição total para ser demolido. Parte do telhado da casa também ficou comprometida devido às chamas, bem como o sistema elétrico e hidráulico
.
 
A Polícia Militar também foi acionada para registrar a ocorrência. As causas do incêndio serão investigadas. A suspeita, segundo relato de testemunhas, é de que o fogo tenha começado em virtude da explosão de um galão de combustível que o morador utilizava para abastecer uma motoneta.

Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »