05/03/2019 às 15h29min - Atualizada em 05/03/2019 às 15h29min

Evento de blocos de carnaval termina com intervenção da PM em Uberlândia

Comandante esclarece que bombas de efeito moral foram usadas para conter confusão na noite desta segunda-feira (4); organização comenta o fato

VINÍCIUS LEMOS E CAROLINE ALEIXO
PM estimou que 5 mil pessoas estiveram no espaço cultural nesta segunda (4) de Carnaval | Foto: Valter de Paula/Secom/PMU
O último dia com blocos de Carnaval no espaço do antigo Fórum terminou em confusão entre alguns foliões e a Polícia Militar (PM). Vídeos que circulam nas redes sociais mostram correria no Centro de Uberlândia, durante a noite de segunda-feira (4), com atuação dos policiais para dispersar os participantes do evento.

O comandante do 17º Batalhão da Polícia Militar (BPM), tenente-coronel Wesley Rodrigues Rosa, conversou com a reportagem sobre o assunto e afirmou que o fato ocorreu por volta das 22h30. Segundo ele, o contingente de pessoas no espaço cultural era superior ao previsto para a liberação do alvará.

“O público esperado nas noites de festa era de 1 mil pessoas, mas ontem [segunda-feira] a Polícia Militar estimou cerca de 5 mil pessoas”, comentou.

Além disso, o acordo era para que a festa se encerrasse às 22h todos os dias. Segundo o comandante, por volta desse horário, os policiais começaram a se perfilar no entorno para que as pessoas pudessem sair do local com calma e sem tumulto, mas parte dos foliões começou a arremessar garrafas e pedras retiradas da calçada da praça contra os militares. Um dos PMs teve a perna atingida, mas não houve ferimento e ele dispensou atendimento médico.

Confusão na saída do espaço do antigo fórum em Uberlândia

Confusão na saída do espaço do antigo fórum em Uberlândia


Vídeos que circulam na internet mostram correria de foliões no Centro | Foto: Reprodução/internet

Com o intuito de dispersar as pessoas, a polícia utilizou granadas de efeito moral. Algumas pessoas começaram a correr em direção ao Terminal Central, inclusive pulando as grades do espaço. Outra grande parte se deslocou em direção à Praça da Bicota, no hipercentro. Ninguém foi detido e não houve feridos.

Ainda de acordo com o policial, a situação nas imediações do antigo fórum foi controlada e as viaturas se deslocaram até a região da Bicota e Praça do Rosário para fazer a contenção do trânsito e garantir a segurança de todos. Neste local, a situação foi normalizada por volta das 2h.

ORGANIZAÇÃO
Um dos organizadores do evento nomeado de “Karnaval Não Oficial do Udão”, Luiz Gustavo Miotto, explicou à reportagem que o tumulto ocorreu após o encerramento da festa, no momento que já havia muitas pessoas do lado de fora.

“Durante todo o dia centenas de pessoas se aglomeraram do lado de fora, naquela pracinha do fórum. Havia som e esse pessoal acabou fazendo uma festa anexa na rua. Assim que acabou o evento, o pessoal que estava no fórum saiu também. O potencial pra tornar algo incontrolável aumenta muito”, comentou.

A organização reconheceu que o público recebido para o evento foi acima do esperado para os três dias. E que, ainda no primeiro dia de festa, foi feito o bloqueio na portaria para evitar a superlotação durante a noite.

O problema é que as pessoas que queriam entrar forçaram uma das grades e a derrubou, invadindo o local sem passar pela revista dos seguranças. Neste dia, a própria organização optou por encerrar o evento antes do horário para garantir a segurança dos foliões.

No segundo dia, a organização da entrada foi reformulada e não houve nenhuma intercorrência. “O espaço do fórum é um espaço experimental e agora a gente já sabe que pode receber um público maior. Acho que tudo o que a gente faz em um ano serve de informação para melhorar para o próximo”, disse.
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »