13/02/2019 às 17h56min - Atualizada em 13/02/2019 às 17h56min

Prefeitura anuncia retorno das aulas nas escolas municipais em Uberlândia

Ano letivo começará na próxima segunda-feira (18)

REDAÇÃO
Após alguns impasses, a Prefeitura de Uberlândia voltou atrás e anunciou no final da tarde desta quarta-feira (13) que as aulas das escolas municipais retornam na próxima segunda-feira (18). Devido à falta de recursos, o Município iria começar as atividades estudantis apenas após o carnaval.

Segundo apurado pelo Diário de Uberlândia, uma reunião com os diretores das unidades de ensino ocorreu durante a tarde de hoje, na sede da Prefeitura, onde foi anunciada a nova data para o começo do ano letivo. A assessoria de comunicação foi procurada para confirmar a informação, contudo, o comunicado oficial da volta às aulas foi divulgado pouco tempo depois nas redes sociais da Prefeitura. 

ZON
A RURAL
O ínicio do ano letivo na segunda vale apenas para a rede de ensino na área urbana. No vídeo postado no Facebook da Prefeitura, o prefeito Odelmo Leão esclarece que a expectativa é que as aulas nas escolas rurais comecem na quarta-feira (20), uma vez que ainda não há transporte disponível para os alunos. 

“Estamos impedidos de contratar por cooperativa e tem que ser contratação individual, então eu autorizei a contratação emergencial de ônibus. 
Nós remanejamos recursos aqui na Prefeitura para começar o ano letivo, apesar das dificuldades todas que estamos vivendo no Município. Vamos chamar as diretoras das escolas rurais, pais e familiares dos alunos para uma reunião na terça para que a aulas na zona rural voltem na quarta-feira", disse Odelmo. 


IMPASSES
A decisão de adiar as aulas das escolas municipais para o dia 11 de março foi anunciada após uma assembleia realizada pela Associação dos Municípios da Microrregião do Vale do Paranaíba (Amvap), que representa 24 cidades de Minas Gerais, incluindo Uberlândia. O adiamento derrubou o calendário escolar divulgado em outubro de 2018, que afirmava que o ano letivo começaria no dia 7 de fevereiro. 

Na época, os prefeitos disseram que a decisão só seria mudada se o Governo Estadual revogasse o Decreto 47.296/2017 que limita o repasse de verba para os municípios. Nesta semana, o governador Romeu Zema (NOVO) anunciou que iria revogar o decreto que, durante a gestão passada, criou um comitê para definir a destinação de todos os recursos estaduais.

A principal queixa das prefeituras mineiras foi que, após o decreto, o Estado deu início a uma série de atrasos nos repasses de verbas, o que sufocou os cofres municipais.

AMVAP
A Amvap também emitiu um comunicado nesta tarde sugerindo aos demais prefeitos da região a iniciar o ano letivo na segunda-feira. O pedido leva em consideração, entre outras coisas, o compromisso do Estado com a revogação do decreto e a necessidade do cumprimento integral do calendário escolar municipal, a fim de evitar transtornos à comunidade escolar em geral e garantir o ensino público de qualidade.   
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »